quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Esperar em Deus — Submisso às autoridades

Como é bom e precioso encontrar casais que caminham na direção de Deus, homens e mulheres que
estão remando contra a maré. Demonstram que não são peixes mortos, que são levados pela onda, mas peixes vivos que segue o que o nosso Senhor nos ensina. Que bom!
Cada dia que passa é mais importante estarmos com esta definição. Ser exatamente o que Deus quer que sejamos. O fechar a boca para os homens nos faz abrir a boca para Deus e, muito mais, abrir o ouvidos e, sobretudo, o coração. Que bom! O difícil não é orar e ler a palavra. O difícil é deixar o ouvido do coração escutar.
A alma está sempre pronta para exigir, requerer: direitos, sentimentos e “achismos”. Fazê-la calar no século onde, cada vez mais, é exaltada, não é fácil. Mas é possível. Veja o Salmo 131 onde o salmista diz que “fiz calar e sossegar a minha alma.”
No ultimo versículo deste pequeno salmo nos dá uma dica: “Espera, ó Israel”… podemos mudar para: Espera, ó amada…, ó amado…
Simples, não? Minha esposa, Zoé, sempre acrescenta o seguinte texto:

1 Pedro 3:5Pois foi assim também que a si mesmas se ataviaram, outrora, as santas mulheres que esperavam em Deus, estando submissas a seu próprio marido.

Esperar não é muito fácil para quem é muito rápido para pensar e fazer: imediato. Mas é vida para todo que crê no Senhor. Ele fez. Ele faz. Ele fará. Ontem, hoje e sempre. Assim, espere que Deus faça como quiser estando submissa ao marido.
Não é diferente para nós homens, discípulos, líderes e pastor. Todos estamos debaixo de autoridade é sempre assim. Esperar em Deus sendo submisso a autoridade. Assim crescemos, assim vamos em frente. Assim aprendemos a ouvir a Deus. Assim glorificamos e exaltamos o Pai.

Fonte: http://www.pelamanha.com/post/61589574391/esperar-em-deus-submisso-as-autoridades

Um comentário:

Laurinha disse...

Bênção!!! (: