sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Livro: “Criada Para Ser Ajudadora Idônea” (capítulo 8)

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” Pv 14:1

“Sabedoria Para Entender Seu Homem” é o título do oitavo capítulo do livro “Criada Para Ser Ajudadora Idônea”.  Nele, a autora fala que uma mulher sábia é a que aprende a se adaptar à seu marido ao invés de tentar mudá-lo para que ele seja como ela quer.
(Já escrevi sobre os capítulo um,  dois, três e quatro e também cinco, seis e sete, você já leu?)
Ela diz que nenhum homem é perfeito, se algum fosse, ele seria divino demais para precisar de nós. Deus dá mulheres imperfeitas à homens imperfeitos para que juntos se tornem algo a mais do que poderiam ser sozinhos. Se a esposa luta contra as falhas de seu marido ou busca ser dominante aonde ele não é, ambos irão fracassar. Porém, se ela o ama como ele é, e o apoia mesmo com defeitos, ambos irão crescer.
Para ajudar mulheres a entederem seus maridos, o livro dividiu os homens em três tipos principais: Comandante, Visionário e Estável. A regra não é absoluta, todo homem tem um pouco dos três, mas normalmente um desses é dominante. Vou mostrar um pouquinho do que a autora disse sobre cada um:
Comandante
O “homem-comandante” é líder por natureza. Ele dá ordens, controla e parece ser autosuficiente. Ele gosta de falar sobre seus planos, ideias e projetos terminados. Ele é corajoso e está sempre a frente, disposto a arriscar e assumir a responsabilidade. Foi para isso Deus criou esses “homens-reis”.
Um rei quer uma rainha, por isso um “homem-comandante” quer uma mulher leal para dividir sua fama e glória. Sem a admiração de sua esposa, suas vitórias são emudecidas. Esse tipo de homem espera que sua esposa o ajude a lembrar de afazeres e não a quer envolvida em nenhum projeto que a impeça de servi-lo. Ela deve estar sempre de plantão a cada minuto do dia, seu marido quer saber aonde ela está, o que ela está fazendo e por quê.
Na maioria dos casamentos com homens assim, brigas acontecem não porque o marido é cruel ou mau, mas sim porque ele não recebe a obediência, honra e respeito que espera. Se você é casada com um homem assim, nunca o envergonhe, diminuía, ou ignore suas vitorias.
A mulher de um “homem-comandante” carrega um fardo mais pesado, mas de certa forma, sua caminhada como ajudadora é mais fácil porque nunca há a possibilidade de que ela esteja no controle e ela sempre sabe o que é esperado dela. Se a esposa for sábia e perceber os benefícios de estar sempre no carona —  nunca na direção —  e se ela não se ofender com o jeito agressivo ou cabeça-dura de seu marido, ela será sua rainha adorada, sempre sentada ao seu lado direito.
Visionário
O “homem-visionário” é sonhador. Gasta horas e horas discutindo sobre assuntos periféricos. Irá facilmente se mudar sem ter a menor ideia do que fará para se sustentar na nova cidade. São normalmente homens talentosos ou inventores que adoram confrontação e são estes homens que não deixam o mundo estagnar. Eles tem necessidade de se comunicar, seja com palavras, músicas, pintando ou com ações.
Esse tipo de homem não é confortador, nem para ele nem para os outros. Sua dama tem que aprender a engolir o choro e colocar um sorriso no rosto. Eles precisam de uma mulher que seja sábia, prudente, estável e que tenha uma visão positiva da vida. O “homem-visionário” precisa do apoio de sua esposa. Ela deve ser despreocupada, não esquentar muito a cabeça e ser cega de um olho se ela quiser aproveitar a vida.
Se você é casada com um homem assim, aprenda a ser flexível e aprenda como ser leal a seu marido. Ele quer alguém que o apoie com entusiasmo, não uma crítica de suas ideias. Você deve ser sua maior fã, é para seu rosto que ele olha buscando aprovação.
Estável
O “homem-estável” não toma decisões precipitadas, nem tenta dizer à pessoas o que elas devem fazer. Ele evita controvérsias,  sabe confortar e todos o buscam para apoio. Ele irá lutar altruistamente as guerras começadas pelo “homem-visionário” e lideradas pelo “homem-comandante”. Ele irá fazer coisas sem ninguém notar.
Ser casada com um homem assim tem suas recompensas e suas provações. No lado bom, ele nunca colocará pressão em você e ele não espera que você seja sua servente. Você raramente se sentirá apressada, pressionada e forçada. Porém, as esposas de homens assim costumam não dar valor a isso. Muitas mulheres acreditam que o “homem-estável” é mediocre e não tem força nem autoridade, quando na verdade, estes são somente homens tranquilos que não tem uma boa esposa.
Você pode se chatear por ele ser devagar e não se posicionar e tomar decisões. Mas, se esse é seu marido, você deve aprender a ficar quieta e o ouvir, deixando que Deus fale com seu marido e o mova no momento certo. Aprenda a pedir conselho para ele e espere sua resposta, mesmo que isso demore dias ou semanas. A gentileza de seu marido não é uma fraqueza, é uma virtude. A hesitação de seu marido não é indecisão, é sabia precaução.
 
Sabedoria é saber o que você “comprou” quando se casou com seu homem e aprender a se adaptar a ele como ele é, não como você quer que ele seja. Entenda que seu marido não deve estar certo para você segui-lo.

# Tá com preguiça, não quer ler nada?
→ Não tente mudar seu marido, aprenda a se adaptar a ele. Seja sábia! :)

Fonte: http://www.rumoaoalvo.com/

Nenhum comentário: