quinta-feira, 1 de maio de 2014

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Soltleiras - Parte 5

Carolyn Mahaney e Nicole Whitacre




Só para recapitular, as melhores oportunidades da vida de solteira que nós vimos até agora são:
  • Busque uma devoção desimpedida
  • Torne-se uma teóloga
  • Ajude os homens
  • Escolha os amigos cuidadosamente
  • Cuide de crianças
Nossa sexta sugestão de como fazer melhor uso de seus anos de solteira é: Prepare-se para ser esposa e mãe. Ora, nós sabemos que nem toda mulher se casará e terá filhos; mas a verdade é que a maioria das mulheres algum dia será esposa e mãe. E para a maioria de vocês que se casam e têm filhos, você gastará uma parte considerável da sua vida na profissão de cuidado do lar (de vinte a trinta anos até além de cinqüenta ou mais). Isso não é pouco tempo!
E os mandamentos na Bíblia para amar, seguir e ajudar um marido, criar crianças para a glória de Deus e administrar uma casa que reflita o evangelho são uma grande responsabilidade. O papel de esposa e mãe requer uma preparação de habilidades extremamente diversa. Tudo desde habilidade em administração até conhecimento de saúde e nutrição, de decoração de interiores a especialidade em desenvolvimento infantil. Para ser competente neste papel, você tem que estudar estes assuntos e muitos mais. Uma carreira como esposa e mãe exige qualificação considerável, pode incluir décadas da sua vida e tem o potencial de espalhar o evangelho para a sua família, igreja, comunidade e gerações futuras. Agora isso é algo para o qual vale a pena se preparar, você não concorda? (adaptado do nosso livro Girl Talk: Mother-Daughter Conversations on Biblical Womanhood )
Uma mãe de crianças pequenas tem alguns conselhos para solteiras. Heather Koerner quer lhe falar o que ela diria para ela mesma solteira se ela tivesse a chance.
Em "Estude para apresentar-se como uma MFC" [MFC=Mãe que Fica em Casa](1) ela descreve sua entrada repentina e inesperada no seu novo papel como esposa tempo integral, mãe e dona de casa:
Eu não sei exatamente quando aconteceu. Talvez tenha sido na manhã quando estava sentada olhando minha filha de 3 meses dormindo ao meu lado no chão da sala de estar enquanto eu dobrava o que parecia ser a terceira pilha de toalhinhas de boca lavadas naquele dia. Havia muito sobre o momento que eu tinha esperado: amor em meus olhos, admiração no meu coração. Mas também havia muito que eu não tinha esperado: uma casa que uma vez fora arrumada e limpa estava agora coberta com pilhas de roupas e louças sujas, parafernália de bebê e uma mãe exausta e não muito atraente. Eu me lembro de ter pensado: "Isto é tão difícil. Não tenho certeza de que posso lidar com isto. E eu me lembro de me sentir extremamente frustrada. Estou diplomada em chorar alto (o que eu acho que era o que eu estava fazendo naquele momento). Eu ensinei trigonometria. Eu cumpri prazos, editei cópias e fiz conferências. Por que razão no mundo eu não posso lidar com um pequenino bebê e uma casa de 111 metros quadrados?
Heather traduz o que a maioria das novas mães pensam e sentem (inclusive nós!): Isto é tão difícil! Por que eu não posso lidar com isto? Mas foi aí que Heather teve uma luz:
De repente eu percebi que eu tinha passado seis anos na faculdade me preparando para uma carreira na qual eu passei cinco anos. Mas eu não tinha gasto nenhum tempo me preparando para a carreira na qual eu estava a ponto de embarcar pela próxima década. Não que eu tenha achado que minha educação foi um desperdício. Pelo contrário, eu percebi que estava muito concentrada em me preparar para um aspecto da minha vida futura e totalmente cega quanto ao fato de que eu deveria estar me preparando para todos os aspectos de minha vida futura. Se ser uma esposa tempo integral, mãe e dona de casa é um trabalho para o qual Deus possa chamá-la algum dia, e se as possibilidades são grandes (e elas são), e se o desafios são difíceis (e eles são), não é uma carreira para a qual vale a pena se preparar?
Leia o artigo da Heather para alguns grandes conselhos em como embarcar em um curso de estudo para o que poderia ser uma carreira para a vida toda.(2)

(1) Traduzido do inglês SHAM = Stay At Home Mom

(2) O artigo não foi traduzido. O original encontra-se aqui: http://www.boundless.org/2005/articles/a0001979.cfm

Extraído: http://www.bomcaminho.com

5 comentários:

Larissy Cardoso disse...

Olá? Gostei muito do teu blog, muiiiito edificante. gostaria de conhecer tua conversão.

Lary, Discipula em Arapiraca - Alagoas

G-mail: larissycardoso0@gmail.com

Larissy Cardoso disse...

Olá? Gostei muito do teu blog, muiiiito edificante. gostaria de conhecer tua conversão.

Lary, Discipula em Arapiraca - Alagoas

G-mail: larissycardoso0@gmail.com

Larissy Cardoso disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Larissy Cardoso disse...

Olá? Gostei muito do teu blog, muiiiito edificante. gostaria de conhecer tua conversão.

Lary, Discipula em Arapiraca - Alagoas

G-mail: larissycardoso0@gmail.com

Gisele Maciel disse...

Oi querida em breve eu te respondo.
Que alegria que vc gostou.
Volte sempre!!!
Deus abençoe!!