quarta-feira, 11 de junho de 2014

Mulher frágil.

Quando a Bíblia estabelece ordens e padrões espirituais, isso jamais
significa discriminação ou opressão, pois seu alvo é ordenar a vida em família
e na igreja: “Porque Deus não é Deus de
confusão, e sim de paz” (1 Co 14.33).
Aos homens e às mulheres é dito na Palavra de Deus que devem sujeitar-se uns aos outros no temor de Cristo (Ef 5.21). As mulheres devem ser submissas a seus maridos como ao Senhor (v.22). Mas essa submissão não significa servilismo cego, pois aos homens a Bíblia ordena explicitamente que devem amar suas esposas e cuidar delas de maneira muito especial (Ef5.25,28). Isso é tão importante aos olhos de Deus que a resposta às orações dos maridos está condicionada ao seu amor pelas suas esposas: “Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para
que não se interrompam as vossas orações” (1 Pe 3.7).


"Não concordo com o que a mulher fez com o seu marido, mas este filme é um abrir de olhos. Por isso precisamos abrir muito os olhos e orar pelo melhor do Senhor".  Gisele Maciel




Nenhum comentário: