quinta-feira, 27 de setembro de 2012

EU QUERO SER UMA BENÇÃO - DANIEL SOUSA - FRUTOS DO ESPIRITO II.

Olhar para Jesus.





Rever nossos conceitos, nossos valores....voltar a olhar com admiração por Jesus..lembra da primeira olhada pra cruz?? Foi um olhar de admiração,alegria,amor, gratidão,respeito...olhar que dizia: Encontrei meu lugar....é aqui meu lugar...ao
s seus pés... o tempo foi passando e em alguns dias nos esquecemos do lugar que nos trouxe esperança...do lugar em que nosso coração se aquietou...

Sem percebermos mudamos nossos valores,nossos conceitos foram mudando,pq deixamos que outras coisas,outros lugares tomassem o lugar da cruz em nossas vidas....precisamos regressar....dar meia volta e voltarmos para o dia em que a cruz começou a fazer parte da nossa vida.... voltar ao dia em que a cruz começou a escrever nossa historia,pq nesse dia começamos a viver...a cruz nos fez viver...não podemos esquecer disso...

A Bíblia nos ensina como mantermos o primeiro amor vivo em nossas vidas... a oração nos ajuda a mantermos viva nossa comunhão com Jesus...busca-l
o todos os dias, desejar mais Dele...olhar pra o reino...olhar com os olhos de Jesus.
Sei que é uma luta constante....mas só amando a Deus e Sua Palavra teremos discernimento do que agrada e desagrada a Deus...o que nos afasta do Seu caminho....o que nos afasta do Seu amor...
Não podemos deixar o amor se esfriar em nós....
Precisamos todos os dias rever nossos conceitos, e valores, precisamos manter nossa vida no lugar certo...aos pés da cruz...Cuidarmos todos os dias em olharmos para nossa vida...pq nos envolvemos com tantas coisas, que nem percebemos que nos afastamos da Sua presença...a batalha espiritual é real...estamos em batalha espiritual todos os dias....todos os dias somos tentados a nos afastar do primeiro amor...deixarmos de amar a Jesus em primeiro...seguindo nossas opiniões e não a Dele.
Nossa oração precisa ser mudar... precisamos refletir sobre os conceitos e os valores....todos os nossos sentimentos...e realinhar com a vontade do Senhor...pq é nesse lugar, no centro da Sua vontade e que temos descanso e nos mantemos aos pés da cruz.

Pra. Rute Queiroz

Mulheres Virtuosas.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012



"O único desastre definitivo que pode nos acontecer; vim a 
perceber, é sentir que estamos em casa na terra."
@loucurapromundo

Alegria da tua salvação.


Nesta segunda dia 24/09 no último dia de treinamento na sede http://www.igrejaempoa.com.br/ o Pr. Moacir Adornes falou sobre o que o Senhor nos Chamou para ser, suas testemunhas.
"Ser testemunhas não é somente falar d alguém, mas viver quem testemunhamos." Moacir Adornes
''Eu só quero que vcs sejam minhas testemunhas''. #Jesus
Jo 15:26,27-- Espírito Santo dando testemunho através de nos. Quem opera é o Espírito Santo.
Sl 145:11,12 --- ''Não trabalhamos para o Senhor e sim com o Senhor''. Moacir Adornes
"Não precisamos melhorar e sim morrer". Moacir Adornes
Entre muitas outras palavras... Deus tem sido fiel com sua igreja.
Mas o que mais me chamou atenção foi:

"Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário."
Salmos 51:12 RA

"Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer."
Salmos 51:12 - NVI

Que palavrinha... Precisamos ter alegria na nossa salvação e pedir para o Senhor nos sustentar com um espírito pronto a obedecer.

Senhor renova em nós esta alegria.
Alegria que não depende de circunstâncias, nem ninguém.
Mas a alegria de sermos salvos, libertos do império das trevas, amados por um Deus que não poupou seu filho para que tivéssemos essa alegria eterna.
Deus é fiel!!!






segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Homem Banana e Mulher Abacaxi - Completo - Pr. Claudio Duarte

"Sera que as igrejas de hoje nao recusariam Jesus se estivessem de passar por sacrificios? Estaremos prontos a colocar a prova a nossa fé? A dispor de nossos dons e bens como Cristo o faria? O padrao dele nao mudou. Creio que Jesus exigiria,e exige,tanto sacrificio de seus discipulos quanto antes, quando dizia:" E qualquer que nao tomar a sua cruz,e vier apos mim,nao pode ser meu discipulo".
Os discípulos de hoje tem uma vida egoista,facil,luxuosa,muito longe d qualquer ideia O cristianismo q desconhece a renuncia e o sofrimento nao é o cristianismo de Cristo.
Que é ser Cristão? É imitar Jesus.
É fazer o q Ele faria. 
É seguir seus passos"

- Em seus passos que faria Jesus?
 

O Tempo


O tempo nos traz muitas coisas e, leva muitas também.
Por vezes, ele nos traz alegria e leva a tristeza.
Às vezes, ele nos traz o choro e leva o riso.
O tempo leva a semente e traz o fruto.
Outras vezes, ele traz o trabalho e leva o descanso.
Depois, volta a trazer o descanso e leva o cansaço.
Às vezes, ele nos traz sonhos…
O tempo traz longas esperas, mas também traz realizações.
Às vezes, ele nos traz dores e leva a tranqüilidade.
Outras vezes, ele traz a gargalhada e nos faz esquecer a dor.
Pra tudo, tem um tempo determinado debaixo do céu…
Há tempo de colher as frutas e tempo de ver as folhas caírem.
Tempo de seca
Tempo de chuva
Tempo de sol
Tempo de frio
Tempo de calor
Tempo de distância
E tempo para o abraço
Tempo, tempo, tempo…
Quantas histórias tu guarda?
Quantas histórias tu nos conta de uma humanidade que perde tanto tempo?
Quais são os teus segredos?
Quem dos sábios soube realmente aproveitar o seu tempo?
Oh, Deus! Tu és o dono do tempo, ao homem puseste limite, tens os seus dias determinados, contigo está o número dos seus meses.
No teu livro foram escritos todos os nossos dias, quando nem um deles havia ainda. Tu nos cerca, por trás e por diante, e sobre nós pões a tua mão. Tal conhecimento é maravilhoso demais…
Ensina-nos, Senhor, a contar os nossos dias para que alcancemos um coração sábio…
Ajude-nos a perceber a fragilidade da vida, como fizestes com o Rei Davi, e nos dá a graça de remir o tempo que destes aos nossos dias…
Tempo, qual é o teu segredo?
Talvez, seja fazer-nos saber que o tempo nada é diante do Senhor do tempo, em todos os tempos…
Pois na presença dEle temos garantida delícias perpetuamente.

Texto e fotos por Ana Quéisa - http://www.pelamanha.com/post/32198761626/o-tempo

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Kari Jobe - Be Still (legenda em português)


... E NUNCA O CONTRÁRIO!
NUNCA ACREDITE NAS MENTIRAS DE SATANÁS.
JESUS SEMPRE TEM O MELHOR!!

“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” 1 Coríntios 2.9

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Rodrigo Soeiro Serei Benção Para Minha Geração

É tempo do despertamento da igreja
Almas carentes, sedentas, e, eu onde estou?
É tempo de santificar minha vida
Famílias cansadas, caídas, clamam por paz

Não posso me calar
Nem me acovardar
Não posso me esconder
Vou profetizar
O que eu mais quero nessa vida é o reino dEle anunciar


Serei benção para minha geração
Sua palavra, vou seguir
O Evangelho dEle eu vou levar
Não importam lutas e perseguições
De uma coisa eu sei, eu sei, eu sei

Eu sei que Ele é por mim
Eu sei que Ele é por mim
Eu sei que Ele é por mim
Eu sei que Ele é por mim

Isaías 58:6-14


"Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo?
Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?

Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do SENHOR será a tua retaguarda.
Então clamarás, e o SENHOR te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo, e o falar iniqüamente;
E se abrires a tua alma ao faminto, e fartares a alma aflita; então a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.
E o SENHOR te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam.
E os que de ti procederem edificarão as antigas ruínas; e levantarás os fundamentos de geração em geração; e chamar-te-ão reparador das roturas, e restaurador de veredas para morar.
Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras,
Então te deleitarás no SENHOR, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do SENHOR o disse."
Isaías 58:6-14

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Rodrigo Soeiro - Aleluia

A Mulher que Deus usa

A Mulher que Deus usa

Muito se tem dito a respeito de como deve ser o comportamento da mulher. Em todas as nações padrões são pré-estabelecidos. Regras e punições na não observância destes padrões são impostas às mulheres. Causando-lhes sentimentos de frustração, rejeição, desvalorização e medo.

Na igreja de Cristo, quando se fala na mulher que Deus quer usar, logo nos vem a mente uma supermulhe

r. Formada em alguma renomada universidade estrangeira, mulher elegante, de posses, ótima mãe, esposa, enfim, uma mulher perfeita.

Mas, em contrapartida, Deus tem para a mulher, os SEUS padrões de comportamento, vida familiar e preparo. O Senhor quer que ela viva de acordo com o que ELE planejou e não de acordo com o que o sistema do mundo ensina ou espera da mulher. Isto porque nós, mulheres Cristãs, não somos do mundo. Vivemos sim no mundo, mas não pertencemos a ele. As regras que devem reger nossas vidas vêem do Céu. De Deus.

“Vós não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi…” João 15:19.

Deus sabe exatamente qual é o nosso lugar na família, na sociedade e no SEU Reino. Se toda mulher soubesse disto, trataria de correr para este lugar que é só seu. E, que através de Cristo, nos foi conquistado. Lugar de honra, de amor, paz e satisfação.

“TUDO O QUE JESUS CONQUISTOU NA CRUZ É DIREITO NOSSO, É NOSSA HERANÇA”.

Esta conquista vem por meio de Jesus e é vivida por Maria Madalena. Mulher de Deus cuja vida iremos analisar no presente estudo.


1. A mulher que Deus quer usar tem que ter um encontro com Jesus.

Lucas 7:37 narra que uma mulher pecadora (Maria Madalena), entra na casa de um fariseu e tem um encontro Jesus. Será que ela não sabia onde estava entrando? De forma alguma! Ela sabia que entrar naquela casa seria uma atitude extremamente ousada, que poderia causar-lhe muitos constrangimentos, acusações e quem sabe até alguma punição. Mas mesmo assim ela entrou. Com certeza ela já havia ouvido falar de Jesus, e percebeu o quanto necessitava DELE; do Seu amor, do Seu perdão e da Salvação.
O Fariseu quando a viu, indignou-se, pois sabia que se tratava de uma “pecadora”. Ele tinha uma imagem daquela mulher antes daquele encontro. A de “Pecadora”. Será que esta imagem mudou depois do encontro? Para muitas pessoas que conheciam aquela mulher com certeza, não.
O mundo age desta forma. Ele olha para nós, nos julga e nos condena. Não importa o quanto procuremos ser bons ou quantas mudanças possam ocorrer em nossas vidas. Uma vez “pecador” sempre “pecador”. Não importa o que tenha acontecido na vida de Maria que a levou àquela vida. Ela era vista como a “pecadora”, indigna, imunda!
O Ser humano tem uma grande preocupação com sua reputação. “O que vão dizer de mim? O que vão pensar de mim?” Exclamam apavorados!
Prezado Leitor, não importa o que as pessoas dizem a teu respeito. Importa sim, o que Cristo tem a lhe dizer. E Ele diz: “Vinde a mim todo o que estão cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei”.

Depois que Maria encontrou Jesus, tudo se tornou diferente.

2. A mulher que Deus quer usar tem que se arrepender do pecado

A Necessidade de perdão, A tristeza de uma vida de pecado, foi o que impulsionou Maria até Jesus. E quando ela ficou frente a frente com o Mestre, sua reação foi de quebrantamento e rendição ao Senhor. Jesus é como um espelho que mostra a nossa real condição de pecadores e o quanto necessitam ser limpos através do sangue de Jesus.
A Santidade de Jesus, nos impacta. Os grilhões do pecado são quebrados ante Jesus Cristo. E não há como ficar estático ou indiferente à Sua presença. Nosso espírito anseia por Cristo, nossa alma doente grita por misericórdia e perdão, e nosso corpo rende-se literalmente, de joelhos diante de tão gloriosa salvação.

3. A mulher que Deus usa é uma adoradora


O texto de Lucas mostra-nos também que ela ungiu-o com ungüento. Naquela época, muitas pessoas guardavam ungüento para vendê-lo em horas de necessidade. Já que era algo de valor significativo. Uma vez que não existiam esgotos, chuveiros, usar perfume era um luxo, e o comércio de especiarias era comparado ao de petróleo de nossos dias. Provavelmente, Maria adquiriu este ungüento na prostituição, e no decorrer de um ano. Ela depositou o que possuía de mais valioso ante Jesus. Era uma pequena fortuna lançada a Cristo em adoração.
“Ela beijou os pés de Jesus, Lavou-os com suas lágrimas e enxugou-os com seus cabelos”.Normalmente as mulheres da época andavam com seus cabelos presos e cobertos. Mostravam-nos somente para seus maridos. Com certeza esta atitude chocou e escandalizou os presentes. Mas esta atitude mostra que a mulher despojou-se de si mesma. Ela literalmente rendeu-se a Jesus.
Com certeza Maria chorou muitíssimo. Quanto tempo ela permaneceu naquela casa a bíblia não menciona, mas imagino que durante o tempo em que permaneceu lá, comentários e cochichos dos presentes podiam ser ouvidos inclusive por ela. Mas ela não se importou. Ela olhou somente pra Jesus. Ela queria adorá-lo e receber perdão para sua alma cansada.
E Jesus? Jesus viu o pecado daquela mulher, a perdoou e a salvou. Ele não fixa os olhos em nossos pecados, mas fixa nas possibilidades que há em nós. Já o mundo olha o nosso pecado e nos marca para sempre!

4. A mulher que Deus usa é uma discípula

Depois deste acontecimento Maria resolveu verdadeiramente servir e seguir Jesus. Ela amou-o, serviu-o e aprendeu d’Ele.
Deus espera que sejamos suas discípulas.
O Discípulo era aquele que deixava toda a sua vida para trás e seguia Jesus. Nada era tão importante quanto conhecer e seguir Jesus. Nada era tão urgente quanto Proclamar o evangelho de Cristo e anunciar que o Reino de Deus está Próximo. E Maria era uma discípula. Não uma entre os 12, mas ela fez tudo o que pode para seguir Jesus. Ela esteve o mais próximo que pode do Mestre. Ela até ultrapassou os limites ditados na época para as mulheres, tanta era a sede e o amor que tinha pelo Senhor.

5. A mulher que Deus usa é aquela que vai até o Fim

Muitas vezes nos deparamos com situações que tenta nos desviar do plano de Deus para nossas vidas. Dificuldades que tentam desviar o nosso olhar de Cristo. Achamos que a nossa caminhada vai ser somente de flores, mas percebemos que não é assim. Muros se levantam à nossa frente. Bem no meio do caminho! Será que estamos dispostas a caminhar por este caminho Chamado “Plano de Deus”, seja ele como for, esteja ele como estiver? Temos visão de fé para tanto?
A Bíblia relata que dada à crucificação de Jesus, os discípulos fugiram. Pedro negou-o três vezes e os outros sumiram. Mas Maria Madalena, com seu coração em pedaços, na incerteza do que aconteceria logo após, manteve sua visão de fé no Mestre. Certamente ela lembrou-se de todos os Seus ensinamentos e foi isto, a palavra de Deus, que firmou a sua fé.
O Conhecimento da palavra de Deus. A amizade e confiança que depositava nele justamente por conhece-lo de perto. Maria esteve ao lado de Jesus até o último momento. A CRUCIFICAÇÃO (aparente morte).

6. A Mulher que Deus usa é aquela que vai até o fim ao lado do Mestre.


Maria Madalena provou que realmente era uma mulher de Deus. Não apenas por que foi alcançada por Jesus, na ocasião do 1o- encontro, mas porque ela viveu para servir, adorar e aprender do Mestre. Todos os dias da sua vida foram dedicados a Cristo.
E Deus a honrou. Ele deu-lhe um privilégio tremendo que não foi dado a homem nenhum, nem aos discípulos! Mt 28:1 – Maria Madalena foi a primeira na tumba de Cristo, e saiu anunciando que Ele havia ressuscitado. Ele a incumbiu de ser a 1o- pessoa a anunciar:Jesus está vivo! Ele ressuscitou!


Conclusão:

Deus quer usar você Mulher, de forma plena, com poder e autoridade. Basta você querer e se dispor. Saiba que Deus não chama os capacitados, mas Ele capacita os chamados. Àquele que diz sim ao chamado de Deus, Ele Capacita, Ele Supre, Ele respalda e Ele envia. Não tenha medo do amanhã, mas, confie em Deus.
O Senhor te chama Hoje para fazer parte da grande comissão daqueles que levam o evangelho de Cristo. Chega de estar na igreja apenas ouvindo da palavra, recebendo das bênçãos de Deus e não fazendo nada para o Senhor. Muitas mulheres bebem abundantemente da água da vida que é Cristo e não oferecem nem um gole sequer àqueles que estão morrendo de sede à sua volta. Você não foi chamada apenas para ser diferente, mas para fazer diferença!
Deus quer te usar. Deixe -o te usar. Queira ser usada por Ele!


Deise Negrão de Silos da Silva
Pastora/Cantora da Igreja Evangélica Apostólica Chamas do Espírito

(Retirado de: http://www.sermao.com.br/sermoes/A_mulher_que_Deus_usa/)

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

poema da familia.wmv



hahahahah muito bom!

"Senhor, Ensina-nos a Orar"



"De uma feita, estava Jesus orando em certo lugar; quando terminou, um dos seus discípulos pediu; Senhor, ensina-nos a orar como também João ensinou aos seus discípulos" (Lucas 11:1).

A oração é importante. Todos os que querem seguir o Senhor sabem que a oração é parte essencial da vida do discípulo. Entretanto, poucos oram e muitas vezes, quando oramos, parece que lutamos para nos expressarmos a Deus. Embora possa parecer que a oração deveria vir a nossa boca como uma expressão confortável de nossa fé e confiança em Deus, ela freqüentemente parece difícil, talvez ineficaz.

Os primeiros seguidores de Jesus observaram seus hábitos de oração. Eles o viram freqüentemente procurando um lugar deserto para falar com seu Pai. Numa ocasião dessas, eles pediram sua ajuda. Também desejamos comunicar- nos com Deus como seu filho estava fazendo."Senhor, ensina-nos a orar" (Lucas 11:1).

Jesus fez como eles pediram. Ele os ensinou como orar, tanto por suas palavras como por seu exemplo. Ele orava freqüentemente, fervorosamente e com grande fé naquele que estava ouvindo aquelas orações. Através do exemplo de sua vida, ele está ainda nos ensinando a orar.

Palavras de oração

A resposta imediata de Jesus ao pedido dos apóstolos é encontrada em Lucas 11:2-4
Então, ele os ensinou: Quando orardes, dizei: Pai, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; o pão nosso cotidiano dá-nos de dia em dia; perdoa-nos os nossos pecados, pois também perdoamos a todo o que nos deve. E não nos deixes cair em tentação.
Nem esta oração, nem a semelhante encontrada em Mateus 6:9-13, são destinadas a repetição palavra por palavra. Jesus não estava ensinando palavras para serem memorizadas e recitadas; ele estava ensinando a orar. Ele deu um exemplo que mostra que tipo de coisas devemos incluir em nossas orações. Devemos:
1. Reverenciar e glorificar a Deus: "Pai, santificado seja o teu nome". Grandes orações de grandes homens e mulheres são sempre proferidas com grande respeito a Deus. Quando Moisés, Ana, Davi, Daniel, Neemias e outras importantes personagens da era do Velho Testamento oraram, começaram com declarações de genuína reverência a Deus, como criador e comandante do universo.
2. Buscar a vontade de Deus: "Venha o teu reino". A oração não é um instrumento para manipular Deus para que faça nossa vontade. Aqui, Jesus orou pelo reino de Deus, sabendo que esse reino só poderia vir com todo o seu poder através da avenida de sua própria morte. Aqui, como na oração agonizante no Getsêmani, Jesus colocou a vontade do Pai acima de seus próprios interesses: "Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres" (Mateus 26:39). Quando vemos a oração como nada mais do que uma oportunidade de fazer pedidos a Deus, colocamos a vontade do servo indevidamente acima da vontade do Senhor. Deveremos sempre procurar fazer a vontade de Deus.
3. Reconhecer nossa dependência de Deus para as necessidades físicas: "O pão nosso cotidiano dá-nos de dia em dia". Esta não é uma exigência de abundância e riqueza. Jesus nem praticou, nem ensinou a noção materialista de que o discípulo pode "dizer e exigir" o que quer na oração. Diferentemente das orações de certas pessoas hoje em dia, que se aproximam de Deus como pirralhos mal criados exigindo tudo o que querem, Jesus mostrou aqui uma dependência de Deus para as necessidades básicas da existência diária. Precisamos de Deus todos os dias.
4. Reconhecer nossa depen-dência de Deus para as bênçãos espirituais: "Perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a todo o que nos deve. E não nos deixeis cair em tentação". Encontramos algumas lições valiosas no versículo 4. Primeiro, precisamos do perdão. As palavras de João 8:7 e Romanos 3:23 nos recordam nossa culpa. Pecamos. Necessitamos do perdão. Só Deus tem o direito e o poder para perdoar (Marcos 2:7). Segundo, precisamos perdoar. Nossa comunhão com Deus é condicionada a várias coisas, incluindo-se como tratamos as outras pessoas. Quem se recusa a perdoar outro ser humano simplesmente não será perdoado por Deus (Mateus 6:14-15; 18:15-35). Terceiro, precisamos do auxílio de Deus para que não pequemos. Deus não é apenas um guarda-livros registrando os pecados cometidos e apagando-os depois. Ele tem poder para nos auxiliar a derrotar o inimigo. Paulo garantiu que há um jeito de escapar de cada tentação (1 Coríntios 10:13). Jesus "é poderoso para socorrer os que são tentados" (Hebreus 2:18). Ele nos deixou um exemplo perfeito de obediência para encorajar nossa fidelidade (1 Pedro 2:21-24). Na hora de sua mais difícil tentação, Jesus voltou-se para seu Pai em oração fervorosa. Depois daquelas orações ele saiu do Getsêmani preparado para suportar o poder das trevas, e sofreu o ridículo e a morte para cumprir a vontade de seu Pai. Jesus encontrou o auxílio necessário quando apelou para seu Pai, em oração.

Exemplos de oração

Pouco é registrado das palavras específicas com que Jesus orou. Podemos aprender muito simplesmente observando quando, onde e por quê Jesus orou.
1. Quando Jesus orou? Ele orou em horas de grandes provações, tais como o exemplo já citado de suas orações no Getsêmani, poucas horas antes de sua morte. Ele orou momentos antes de grandes decisões. Lucas 6:12-16 conta o dia em que Jesus escolheu os doze homens aos quais seria dada a responsabilidade de levar o evangelho ao mundo. Note o que ele fez antes de selecioná-los; "Retirou-se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus" (Lucas 6:12). Ele orou antes de grandes obras. Quando Jesus se preparou para ressuscitar Lázaro dentre os mortos, ele primeiro se dirigiu ao seu Pai, em oração (João 11:41-43). Ele orou quando sua obra terminou (João 17:4).
2. Onde Jesus orou? Embora as orações de Jesus nunca fossem limitadas pelo tempo ou pelo espaço, é claro que ele freqüentemente procurou um lugar e uma hora livre e sem interrupções para falar com seu Pai em oração. Ele freqüentemente subiu a montes, ou saiu para um jardim, e tipicamente escolheu a noite ou o amanhecer, quando haveria menos distração com o mundo apressado. Tais hábitos eram tão típicos da vida de Cristo que Judas sabia exatamente onde encontrá-lo embora só estivesse estado em Jerusalém poucos dias (João 18:1-3).
3. Por que Jesus orou? As circunstâncias das orações de Jesus sugerem motivos imediatos para oração: tentações, provações, tristeza, momentos decisivos, etc. Mas estes são realmente apenas o reflexo de uma razão maior pela qual Jesus orou. Jesus valorizava sua comunhão com o Pai. Como alguém que entendia melhor do que qualquer outro homem jamais entendeu o privilégio de andar com Deus, Jesus queria manter essa íntima relação com seu Pai. Tendo a escolha entre multidões de homens e seu Pai, Jesus freqüentemente escolheu a companhia de Deus. Quando tinha que escolher entre o sono e a oração, Jesus encontrava o profundo rejuvenescimento de que necessitava, não no descanso físico, mas na conversa espiritual com seu Pai.. Estas orações de Jesus nos ensinam algumas lições muito valiosas sobre o privilégio de sermos chamados filhos de Deus.

O que os discípulos aprenderam?

Os apóstolos pediram instruções sobre como orar. Jesus deu-lhes mais do que palavras, quando mostrou um exemplo consistente de fé em suas orações. Teriam eles aprendido? Dois breves episódios na parte inicial do livro de Atos mostram que eles aprenderam a importância da oração.
Depois que Pedro e João foram perseguidos e passaram algum tempo na prisão por causa de sua pregação, eles encontraram outros cristãos e oraram juntos com confiança, pedindo coragem para continuar sua obra (Atos 4:23-31). Sua citação da poderosa mensagem do Salmo 2 mostra que eles entenderam que o poder da oração é encontrado no poder daquele que ouve essas orações: o Deus que se assenta nos céus.
Quando confrontados com as necessidades físicas das viúvas na igreja de Jerusalém, os apóstolos reconheceram a importância desse serviço e guiaram a igreja na seleção de homens adequados para cuidar do assunto. Mas note, no texto, a razão pela qual os próprios apóstolos não desviaram sua atenção: "E, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da palavra" (Atos 6:4). O cuidado das viúvas não era para ser negligenciado, mas os apóstolos cuidadosamente reservaram tempo em suas vidas para a oração. Eles tinham aprendido bem a importante lição do exemplo de Jesus e de seus hábitos de oração.
- por Dennis Allan

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Mulher Virtuosa

"Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.
O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.
Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.
Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.
Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.
Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.
Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.
Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.
Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.
Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.
Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.
Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata.
Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura.
Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.
Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.
A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.
Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.
Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.
Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada.
Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas."
Provérbios 31:10-31


Será que esta palavra é para uma mulher em determinada fase: casadas, solteiras, viúvas, separadas? 
NÃO, esta palavra é para qualquer mulher que quer viver a palavra de Deus.
Não podemos ser negligentes com esta palavra, tão preciosa.
Sei que ainda não estou hahahah no primeiro versículo desta mulher mas quero ser e quero que vc tbm seja, esta mulher perfeita aos olhos do Pai.

II Congresso Mulheres Diante do Trono - Mulher virtuosa (nova música) - ...

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Deuteronômio 31:6


"Esforçai-vos, e animai-vos; não temais, nem vos espanteis diante deles; porque o SENHOR teu Deus é o que vai contigo; não te deixará nem te desamparará." 
                                





Amém!!

Ludmila Ferber e Ana Paula Valadão - Canção do amigo - I Congresso Mulhe...

Os 10 desafios de um cristão fiel - Pr. Marco Túlio


 
Todos nós vivemos momentos decisivos. Temos que tomar atitudes. A maioria dos homens sente o peso de ser o provedor financeiro da família, de tentar ser um bom marido e pai, de resistir às tentações de um mundo que visa arrastá-lo para baixo. Alguns homens reagem prontamente e seguem adiante, outros, porém, experimentam avanços e retrocessos em suas jornadas espirituais, alternando direções e magoando pessoas nesse processo. Precisamos avançar em nossa jornada espiritual, tornando-nos cada vez mais semelhantes a Cristo. Somos desafiados diariamente em várias áreas de nossa vida. Como temos lidado com isso? Vamos ver alguns desafios que vivemos em nossa vida:


1-Compromisso com Deus
Jesus Cristo nos chama para termos um compromisso com Ele como pessoa. Quando você está comprometido com uma pessoa, não pode deixar de refletir seus valores e adotar sua perspectiva. Você não consegue deixar de se importar profundamente com aquilo com que ela se importa. No nosso relacionamento íntimo com o Senhor, recebemos um convite singular para buscar o melhor. Todo homem deve considerar o relacionamento com Cristo sua prioridade máxima (Mt 22.37).

2- Amar sua esposa (ef 5.25-28)

A maioria dos homens ainda não compreende como Cristo amou a igreja (o povo de Deus), e por isso acha duplamente difícil amar a esposa de uma forma que não compreende. O amor bíblico é o amor ágape, é um amor incondicional, é uma atitude espontânea, como homem cristão é assim: devemos amar a nossa esposa.

3-Amar os filhos

Que pai não estaria disposto a morrer pelo filho? Se estamos dispostos a chegar ao ponto de morrer por nossos filhos, por que será que frequentemente não estamos dispostos a viver por eles? Precisamos passar tempo com eles, viver uma aventura com eles, algo que lhes marque para toda a vida. Precisamos escutá-los, participar das suas lutas, temores, decepções, vitórias, como homem de Deus ser pais segundo o coração de Deus.

4-Ser um homem íntegro

Durante o decurso de um dia normal temos dezenas de oportunidades de mentir, enganar, furtar, prostituir etc. Se precisarmos resolver, cada vez que tomamos uma decisão, se vamos ou não ser honestos, consumimos muita energia e corremos o risco de tomar uma decisão desatentamente e comprometer a nossa integridade. Em vez disso, por que não resolver a questão da integridade? Por que não resolver de uma vez por todas que você sempre será honesto? Ao resolver a questão de uma vez por todas, e decidir sempre escolher o caminho estreito – sempre ter integridade – podemos nos livrar do cativeiro, de tomar centenas de decisões diárias, essas decisões pequeninas que, como água pingando sobre uma pedra, podem desgastar o nosso caráter. Podemos remover a tinta da desonestidade que sombreia a vida de tantos homens.

5-Ser um homem puro sexualmente

Nossos corpos não foram feitos para a imoralidade sexual, mas para o Senhor, que nos criou e nos chamou para viver em pureza sexual (1Ts 4.1-8). A vontade dele é que todo cristão seja puro sexualmente – em seus pensamentos, em suas palavras e também em suas ações. Devemos como homem cristão fazer como Jó, uma aliança com nossos olhos (Jó 31.1).

6- Obter amigos de verdade

Muitos homens estão passando por crises terríveis, têm enfrentado grandes desafios em todas as áreas de suas vidas, mas a maioria está só, sem amigos, enfrentando suas lutas, seus medos, suas dificuldades e muitos estão sendo derrotados. As amizades podem proporcionar oportunidades únicas para o crescimento espiritual, principalmente quando fazemos um pacto de ser mutuamente sensíveis e transparentes e falar a verdade.

7- Ser autêntico e transparente 

Normalmente, fingimos que não temos um problema. Achamos que para sermos amados e aceitos temos que passar uma imagem de perfeitos. Mas é justamente ao contrário, quando somos verdadeiramente conhecidos é que somos mais amados. Nunca tente passar algo que você não é.

8 – Ser um homem de oração

A oração nos faz dependentes de Deus e nos leva a fazer a Sua vontade. Não devemos orar por obrigação, mas sim por um desejo de estar com o Pai. Somos livres para orar da maneira que melhor contribua para vivermos na alegre consciência da presença de Deus (Mt 6.6).

9 – Vencer a tentação

A tentação é dolorosa para nós, porque quando cedemos, ela não machuca por fora; machuca por dentro. A tentação procura fazer que nosso apetite e vontades sobrepujem nossos valores mais profundos. Ela ataca onde somos mais vulneráveis. Sempre que tenho um desejo, o Espírito me induz a apresentá-lo diante de Deus e perguntar: ”O que o Senhor quer que eu faça com isso?” (1Co 10.13).

10 – Ter prioridades

Para termos maior controle sobre nossa vida, precisamos decidir antecipadamente a que nos dedicaremos. O objetivo de estabelecer prioridades é o de distribuir quantidades limitadas de tempo e dinheiro àquilo a que Deus nos orientar. O que é importante para Deus? A resposta revela quais devem ser as nossas prioridades. As prioridades nos ajudam a limitar o nosso enfoque. Deus deseja que vivamos pelas prioridades bíblicas, que sejamos cristãos bíblicos. Valores seculares conduzem a prioridades seculares e valores bíblicos conduzem a prioridades bíblicas. Decida permitir que Cristo explore cada aposento íntimo de sua mente. Ele deseja dar-nos poder de arrebentar o molde deste mundo e levar uma vida cristã autêntica. Mas isso requer esforço diário de nossa parte, isso requer vencer cada desafio que nos é apresentado, e assim seremos verdadeiros HOMENS DA PROMESSA.

::Pr. Marco Túlio
(Retirado de: http://www.lagoinha.com/ibl-vida-crista/os-10-desafios-de-um-cristao-fiel-2/)