domingo, 25 de maio de 2014

A matemática definindo a mulher:

"É uma soma de sensibilidades,
uma multiplicação de confusões e uma subtração de créditos."

Esther Silva Dias
Livro: Esther, Estrela Singular

A ponte. Bahhhh!!

Um dia eu estava atravessando uma ponte com Deus. E de repente senti muito medo, então pedi pra Ele:
"Deus, Posso segurar sua mão? Porque assim eu não vou cair no rio."
DEUS disse:
"Não meu filho, eu é que vou segurar a sua mão ..."
Então perguntei:...
"Qual é a diferença?"
Deus me respondeu:
"Se você segurar a minha mão e algo acontecer, você pode soltar e ir. Mas, se eu segurar sua mão, não importa o que aconteça, eu não a soltarei e jamais deixarei você ir ...
Assim, hoje eu tenho a certeza, que quando eu deixei Deus segurar minha mão Ele nunca me deixou ...
E por mais difícil que seja uma situação, hoje tenho mais segurança e tranquilidade, por que sei que independente do lugar, se no rio, no mar ou no deserto eu estiver... Deus comigo está, segurando a minha mão.
E me mostrando a direção.
 
 
Obrigada Deus por segurar a minha mão sempre!!!! GM

Filho meu...

"Não pense tanto em ser gênio;
pense antes em ser útil aos outros.

Não pense tanto em ser um líder;
pense em ser fiel a Deus.

Não queira falar tanto;
prefira ouvir e aprender.

Não pense tanto em ser rico;
pense em ser feliz com aquilo que Deus lhe dá.

Não se preocupe tanto com o que o mundo será daqui a mil anos.
pense mais no que vai ser logo que você deixar a vida,
como resultado, em parte, do seu modo de viver.

Não pense tanto em ser amado, acatado, considerado,
procure antes amar, acatar, considerar.

Não pense tanto em "gozar a vida";
pense mais em ajudar a fazer deste mundo um mundo melhor.
e isto exige esforço, trabalho e cansaço.

Não se preocupe tanto com o que homens pensam de você;
pense bem no que Deus pensa de você."

Esther Silva Dias
Livro: Esther, Estrela Singular

sábado, 24 de maio de 2014

03 Mulher Ajudadora

O maior tesouro do mundo - L.F

Palavra preciosa enviada pela querida discípula de Jesus 23/05/14

 Olá, mulher de Deus! “Assente-se” aqui do meu lado porque quero lhe falar diretamente.

 A Bíblia é o maior tesouro do mundo. E nela está escrito: “Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” (Salmos 119.105.) Esta declaração do Salmista revela o quanto a Palavra de Deus é importante para que a nossa vida seja reta e feliz. Ninguém caminha seguro na... escuridão ou sabe o rumo certo se não tem definido o caminho. As palavras inspiradas da Bíblia nos ensinam como caminhar em segurança e quais os caminhos a percorrer. Essa instrução é o que nos garante a vida abundante prometida por Jesus (João 10.10).

Devemos buscar na Fonte, que é a Palavra de Deus, como ser exemplo de mãe, esposa, filha, amiga, como agir profissional e ministerialmente. A Palavra é o nosso manual de fé e prática diária. Por meio dela aprendemos como ser modelo de caráter, comportamento e fidelidade diante de Deus. E isso se aplica nas diversas etapas de nossa vida. Vejamos:

Para as esposas e mães, a Bíblia contém ensinos preciosos de como proceder no trato com a família. O livro de Provérbios, capítulo 31, reserva mais do que dicas, mostra o caminho da sabedoria que vem do alto em conseguir transformar uma situação ruim em uma oportunidade para aprendizado junto a Deus. “O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.” (Provérbios 31.11.) “Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.” (Provérbios 31.28.)

Para as jovens, a Bíblia traz todo um cuidado especial quanto à efemeridade da vida, enfatizando que tudo é passageiro. Por isso está escrito: “[...] Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o maligno.” (1 João 2.14c.) Maravilhosa é a graça de Deus! A “Palavra de Deus permanece” em você. Sendo assim, é capaz de vencer todas as batalhas, não desperdiçando momentos de sua vida com as coisas vãs deste mundo. Dentre tantas preciosidades, quero ainda destacar mais dois versículos para a sua reflexão: “Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.” (Eclesiastes 11.9.) “Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento.” (Eclesiastes 12.1.)

Já para as mais experientes, a Bíblia descreve o importante papel que elas devem exercer sobre as mais jovens, ensinando-as acerca da atitude e do comportamento. “Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos.” (Tito 2.4.) Tudo está na Palavra de Deus que, quando plantada, frutifica mediante o poder do Espírito Santo.

Amada do Senhor, eu poderia discorrer tantas e tantas verdades da Palavra de Deus. O que expus aqui é apenas uma semente plantada em seu coração. Saiba que a Bíblia é uma fonte inesgotável de vida, motivação e inspiração. Todos os dias, ao meditá-la, Deus falará com você. A cada versículo, a cada passagem, Deus falará com você. Ainda que leia o mesmo versículo por várias vezes, Deus lhe mostrará novas coisas, pois a Bíblia é viva e eficaz (Hebreus 4.12).

Quero desafiá-la a meditar na Palavra de Deus todos os dias de sua vida. Tem sido assim comigo. E disso posso testemunhar: as palavras contidas neste Livro mudaram e continuam mudando a minha vida, pois assim diz o Senhor: “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.” (Jeremias 29.11.)

Que Deus a abençoe.
Boa leitura!

Autoria: L.F

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Quando a Fé Se Torna Amor - Asaph Borba





Contigo o dia é bonito
O sol está sempre a brilhar
Com raios de vida e eperança
Assim eu me ponho a cantar


Sinto que me renovas
Com muita alegria e louvor
Então só me resta adorar-ti
Minha fé se torna amor


Decido viver para ti
Em cada momento e lugar
Ser tua mão estendida
Para o mundo alcançar


Assim eu percebo o sorriso
Vejo as lágrimas e a dor
De quem tu colocas a meu lado
Pois a fé se torna amor


Verdadeira adoração
Que brota de um coração
Que vive pra glória de Deus
Para sua honra e louvor


Verdadeira adoração
Que é fruto de comunhão
Lá no lugar secreto
Onde a fé se torna amor


Lá no lugar secreto
Onde a fé se torna amor
No meu lugar secreto
Onde a fé se torna amor


 
Amém!!!

Ministérios Fracassados - Melhor ministração post 3 hehehh


sexta-feira, 16 de maio de 2014

Rei Meu - Post de Set/2011


Por esses outeiros, outrora passou um Rei
Com olhar cansado, pés empoeirados…
Não sei se eles sabem, como agora eu sei,
Que por esses outeiros outrora passou um Rei.

Andar humilde, falar tão doce,
Porto seguro, acontecesse o que fosse.
Não sei se além dele, se vê ou se viu
Um Rei que deu tudo e a todos serviu.
Procurei este Rei num palácio enorme
Mas lá só encontrei ânsias de morte…
Meu Rei estava a andar era por ruas de barro!
A todos servindo, sendo em tudo humilhado.

Não sei se eles sabem como agora eu sei,
Que por esses outeiros, outrora passou um Rei.
Num jumentinho montado, cada vez mais se reduz
Até que por nós, vai morrer numa cruz…

Não julguem por certo, por justo ou legal,
Mas um dia esta terra provou sangue Real…
Seus braços cansados, mãos e pés furados
Eram só esperança… Na Morte de Cruz…

Porém da morte, ele se libertou!
E muitos com ele ainda levou!
Pois a Justiça, a ele, justiça se fez!
E sobre tudo, o tornou Rei dos reis!

Agora, pois, saibam! Como também eu sei!
Que por esses outeiros, outrora passou um Rei!
Glauber Carvalho

Pela manhã - Sergio de Avillez
http://www.pelamanha.com/post/10684372503/rei-meu

quinta-feira, 15 de maio de 2014

As 4 coisas que deixam a palavra infrutífera - Mario Fagundes

Palavras sábias para mulheres - Parte 7

nancy-wilson.gif (9K) - Nancy WilsonVigie Seu Coração

Nicki Adams

Eu encontrei o seguinte artigo outro dia, com permissão da Lydia do blog The Purple Cellar. "Guard Your Heart" ("Vigie Seu Coração") dirige-se a mulheres solteiras, exortando-as a vigiarem seus corações para que "não fiquem envolvidas emocionalmente sem a proteção de um compromisso". A autora, Nancy Wilson, oferece algumas exortações que ela admite possam soar um pouco negativas, mas que terão resultados positivos. Eu gostaria de citar do artigo dela nas palavras sábias de hoje e sugerir que vocês leiam o artigo todo.(2)
Nancy escreve:
Você deve vigiar sua imaginação se quiser vigiar seu coração. Não alimente um coração solitário com livros de romances baratos ou filmes de romance "água com açúcar" e depois fique fantasiando sobre os homens ou as relações descritas ali. Isto pode rapidamente tornar-se desejo - desejo de ser desejada. Não se permita imaginar que alguém esteja interessado em você quando ele está simplesmente sento amigável. Não imagine que ele olhou pra você de forma carinhosa quando ele disse oi para você, quando ele só estava educadamente lhe cumprimentando. Em outras palavras, não alimente uma "paixonite aguda". Se o homem em questão se interessar por outra pessoa, você será magoada e dependendo do quanto você alimentou sua imaginação, você pode ficar arrasada. Seja realista sobre os homens que lhe demostram atenção...
Cultivar amizades com homens em um grupo é uma alternativa saudável para a forma de namoro que o mundo oferece, mas não devemos usar estas amizades para preencher um vazio. Amizades podem ter muita carga sexual e as mulheres geralmente são muito ingênuas sobre isto. Amizades não devem ser íntimas, mas manter uma distância saudável. Você poderia manter a amizade da mesma forma se você fosse casada? Se não, provavelmente é uma amizade imprópria. Mulheres deveriam ter com os irmãos uma amizade caracterizada por pureza e decência. Se tiver que mudar seu comportamento depois que estiver casada, provavelmente você não tem se comportado de maneira sábia ou piedosa...


(1) Este é o sétimo de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07

(2) Pretendemos publicar a tradução do artigo todo em breve.
 

Por isso o Senhor esperará...

"Por isso o Senhor esperará, para ter misericórdia de vós; e por isso se levantará, para se compadecer
de vós; porque o Senhor é um Deus de eqüidade; bem-aventurados todos os que por ele esperam."

Isaías 30:18

Aleluia!!

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Palavras sábias para mulheres - Parte 6

- Perdão, paciência & fertilizante

Nicki Adams

pastoverde_big.jpg (9K) - pasto verdejante
As palavras sábias de hoje são, novamente, e sem constrangimento, de Noel Piper! Na semana passada, Noel publicou no blog Desiring God, algumas reflexões sobre o sermão do seu marido a respeito de perdão e paciência no casamento. Aqui está artigo dela por completo. Eu espero que seja tão esclarecedor pra você quanto foi para mim.
"O que meu marido disse domingo passado no final de um sermão sobre perdão e paciência no casamento:
"Imagine seu casamento como um campo coberto de grama. No princípio você entra cheio de esperança e alegria. Você olha para o futuro e vê lindas flores, árvores e colinas. Essa beleza é o que vocês vêem um no outro. Seu relacionamento é o campo, as flores e as colinas. Mas logo você começa a pisar em esterco. Em alguns períodos de seu casamento parece que está em todo lugar. Especialmente tarde da noite parece predominar. São os pecados, as falhas, as idiossincrasias, as fraquezas e os hábitos irritantes em você e no seu cônjuge. Você tenta perdoá-los e suportá-los com misericórdia.
Mas eles têm um jeito de dominar o relacionamento. Pode nem mesmo ser verdade, mas parece que é só isso que há – esterco. Eu acho que a combinação de paciência e perdão leva à criação de uma pilha de compostagem. Nesta hora você pega na pá e começa a remexer o esterco. Vocês simplesmente olham um para o outro e admitem que há muito esterco. Mas vocês dizem um ao outro: “Sabe, há mais neste relacionamento do que esterco. E nós estamos perdendo isto de vista porque estamos focalizando somente neste esterco. Vamos jogar tudo na pilha de compostagem. Quando tivermos necessidade, nós iremos até lá, cheiraremos aquilo, nos sentiremos mal e lidaremos com aquilo o melhor que pudermos. E então, caminharemos para longe daquela pilha e fixaremos nossos olhos no resto de campo. Nós escolheremos alguns caminhos e colinas favoritos que nós sabemos que não estão cheios de esterco, e seremos gratos pela parte do campo que é agradável.
Nossas mãos podem estar sujas, nossas costas doem de tanto cavocar. Mas uma coisa nós sabemos: não acamparemos ao lado da pilha de compostagem . Só iremos até lá quando for necessário. Este é o generoso presente que daremos um ao outro sempre de novo porque somos escolhidos e santos e amados."
O que eu pensei enquanto ele falava:
“Isso é tão verdadeiro... Mas eu espero que a congregação não pense que ele quer dizer que deveríamos colocar nossos problemas de lado e viver ignorando que eles existem. Nós precisamos lidar ocasionalmente com as discordâncias e pecados que se colocam entre nós... Não. Espere. Escute o que ele está dizendo. Eu deveria saber que ele não nos deixaria com este mal-entendido. “Quando nós tivermos necessidade, nós iremos até lá, cheiraremos aquilo, nos sentiremos mal e lidaremos com aquilo o melhor que pudermos."
O que eu disse a ele depois do culto:
“A pilha de compostagem é uma analogia tão boa; e, sabe, você pode até mesmo levar esta analogia mais longe. Obrigada, te vejo mais tarde.“
Ele sorriu:
“Eu me pergunto o que ela quer dizer.”
compostagem.jpg (9K) - compostagem
O que eu quis dizer:
Eu nunca fiz compostagem, mas eu entendo que periodicamente você precisa deixar seus caminhos agradáveis e visitar a pilha de compostagem. Você precisa trazer sua pá ou forcado e dar uma revirada no material de compostagem. Em outras palavras, ocasionalmente nós precisamos revisitar as causas de tensão e raiva que estão entre nós, e liberar e difundir o calor que está se acumulando na pilha. Sim, nós gastamos a maior parte de nosso tempo na agradável campina que representa o bem que predomina no nosso relacionamento, mas às vezes nós temos que falar sobre coisas duras, ou às vezes um de nós precisa confrontar o outro sobre algo que é difícil. Às vezes nós realmente temos que ir até lá, cheirar aquilo, nos sentirmos mal e lidar com aquilo o melhor nós pudermos.
E quando nós fizermos essa escavação e remexida, nossas mãos estarão sujas e nossas costas doerão. Mas depois que serviço estiver terminado, se tivermos remexido bem, nossas dores serão as dores satisfatórias de um trabalho bem feito.
Nós não queremos viver lá, mas o monte de compostagem existe, e nós precisamos cavar profundamente às vezes. Isto pode envolver remexer algum material fétido, podre, que nós preferíamos não ver ou cheirar. Mas se nós não remexermos, teremos somente uma pilha de esterco, não adubo. Nós não queremos acampar por ali, mas precisamos ir até lá, às vezes.
Eu espero ouvir mais sobre esse tipo de visita e escavação quando ele fizer seu sermão sobre confrontação, porque confrontação é uma coisa que rápida, confusa e desordenadamente nos leva para a pilha de compostagem.”
Eu imagino que nunca será agradável remexer um monte de compostagem. Mas ajuda saber que, com o passar do tempo, com escavação e remexidas apropriadas, nosso fétido e apodrecido esterco se transforma em adubo. Sim, compostagem e fertilização são trabalhos duros, mas o campo inteiro do nosso relacionamento fica mais rico, mais verde e mais agradável por causa deles.


(1) Este é o sexto de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07
 

terça-feira, 13 de maio de 2014

Ai dos filhos rebeldes,

"Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor, que tomam conselho, mas não de mim; e que fazem aliança, mas não pelo meu espírito, para acrescentarem pecado a pecado; que se põem a caminho para descer ao Egito, sem pedirem o meu conselho; para se fortificarem com a força de Faraó, e para confiarem na sombra do Egito!
Portanto, a força de Faraó se vos tornará em #vergonha, e a confiança na sombra do Egito em confusão."

Isaías 30:1-3

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Palavras sábias para mulheres - Parte 5 - Anne Bradstreet

Nicki Adams

a_bradstreet_big.jpg (9K) - Anne Bradstreet

Já que é Dia dos Namorados(2), as Palavras Sábias para Mulheres foram adequadamente escolhidas. É um poema de Anne Bradstreet e lindamente expressa o amor de uma esposa por seu marido.
Mas antes de deixá-la ler esta poesia, você deve estar imaginando quem é Anne Bradstreet. Anne Bradstreet (1612-1672) foi a primeira escritora e poeta americana a ter seu trabalho publicado. Ela nasceu em Northampton, Inglaterra em 1612 e casou aos 16 anos de idade com Simon Bradstreet, o filho de um pastor Puritano. Em 1630, Anne e sua família emigraram para a América em um dos primeiros navios a trazer os muitos Puritanos para a Nova Inglaterra.
O trabalho dela serve como um documento das lutas de uma esposa Puritana contra os sofrimentos da vida colonial na Nova Inglaterra e uma contínua batalha com doenças. Apesar disto, a fé de Anne foi descrita como exemplar, como também o seu amor pelo marido e oito crianças. Muitos dos poemas dela não só foram escritos em tempos difíceis mas em períodos de solidão quando os deveres políticos do seu marido exigiam que ele viajasse com freqüência em missões políticas.
Muito dos trabalho de Anne giram em torno de temas religiosos, família, e em particular o amor que ela tinha pelo seu marido. Em um tempo quando a cultura Puritana de certa forma reprimia o amor entre o marido e esposa, para não distrair da devoção a Deus (3), alguns dos sonetos de Bradstreet trabalham contra esta idéia. Um exemplo bom disto é o poema, "Para Meu Querido e Amoroso Marido."
“Se alguma vez dois foram um, então certamente nós.
Se alguma vez foi um homem por sua esposa amado, então você.
Se alguma vez foi feliz uma esposa com um homem,
Comparem-se comigo, vós mulheres, se puderem.
Mais do que minas de ouro valorizo seu amor
Ou do que todas as riquezas do Oriente.
Tal qual rios que não se extinguem é o meu amor,
Nem deve senão o amor por você recompensar.
Seu amor é tal que de modo algum retribuir eu posso.
Que os céus muitas vezes o recompensem, eu suplico.
Que perseverar possamos enquanto vivermos
E quando não mais vivermos, que para sempre viver possamos.”
Se você quiser ler mais sobre Anne Bradstreet e o seu trabalho clique aqui.


(1) Este é o quinto de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07

(2) Na época em que o post foi publicado era Dia dos Namorados nos Estados Unidos

(3) Nota do Editor (bomcaminho.com): Não se deve ter a impressão de que os puritanos eram avessos ao romantismo e à sexualidade no casamento. Devemos tomar o cuidado de não olhar para eles à luz de nossos tempos hipersensualizados. Os puritanos eram referência em seus casamentos e estavam anos-luz à frente de outras religiões em toda essa questão do papel do marido e da mulher.
 

domingo, 11 de maio de 2014

A mãe chamada Ana.

Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana, filho de
E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha.
Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao Senhor dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.
E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.
Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o Senhor lhe tivesse cerrado a madre.
E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre.
E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia.
Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?
Então Ana se levantou, depois que comeram e beberam em Siló; e Eli, sacerdote, estava assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do Senhor.
Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente.
E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.
E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o Senhor, Eli observou a sua boca.
Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada.
E disse-lhe Eli: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho.
Porém Ana respondeu: Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte tenho bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR.
Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora.
Então respondeu Eli: Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.
E disse ela: Ache a tua serva graça aos teus olhos. Assim a mulher foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste.
E levantaram-se de madrugada, e adoraram perante o Senhor, e voltaram, e chegaram à sua casa, em Ramá, e Elcana conheceu a Ana sua mulher, e o Senhor se lembrou dela.
E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao Senhor.
E subiu aquele homem Elcana com toda a sua casa, a oferecer ao Senhor o sacrifício anual e a cumprir o seu voto.
Porém Ana não subiu; mas disse a seu marido: Quando o menino for desmamado, então o levarei, para que apareça perante o Senhor, e lá fique para sempre.
E Elcana, seu marido, lhe disse: Faze o que bem te parecer aos teus olhos; fica até que o desmames; então somente confirme o Senhor a sua palavra. Assim ficou a mulher, e deu leite a seu filho, até que o desmamou.
E, havendo-o desmamado, tomou-o consigo, com três bezerros, e um efa de farinha, e um odre de vinho, e levou-o à casa do Senhor, em Siló, e era o menino ainda muito criança.
E degolaram um bezerro, e trouxeram o menino a Eli.
E disse ela: Ah, meu senhor, viva a tua alma, meu senhor; eu sou aquela mulher que aqui esteve contigo, para orar ao SENHOR.
Por este menino orava eu; e o Senhor atendeu à minha petição, que eu lhe tinha feito.
Por isso também ao Senhor eu o entreguei, por todos os dias que viver, pois ao Senhor foi pedido. E adorou ali ao Senhor.1 Samuel 1:1-28

Jeroão, filho de Eliú, filho de Toú, filho de Zufe, efrateu.
Então orou Ana, e disse: O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação.
Não há santo como o Senhor; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus.
Não multipliqueis palavras de altivez, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o Senhor é o Deus de conhecimento, e por ele são as obras pesadas na balança.
O arco dos fortes foi quebrado, e os que tropeçavam foram cingidos de força.
Os fartos se alugaram por pão, e cessaram os famintos; até a estéril deu à luz sete filhos, e a que tinha muitos filhos enfraqueceu.
O Senhor é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela.
O Senhor empobrece e enriquece; abaixa e também exalta.
Levanta o pobre do pó, e desde o monturo exalta o necessitado, para o fazer assentar entre os príncipes, para o fazer herdar o trono de glória; porque do Senhor são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo.
Os pés dos seus santos guardará, porém os ímpios ficarão mudos nas trevas; porque o homem não prevalecerá pela força.
Os que contendem com o Senhor serão quebrantados, desde os céus trovejará sobre eles; o Senhor julgará as extremidades da terra; e dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido.
Então Elcana foi a Ramá, à sua casa; porém o menino ficou servindo ao Senhor, perante o sacerdote Eli.
Eram, porém, os filhos de Eli filhos de Belial; não conheciam ao Senhor.
Porquanto o costume daqueles sacerdotes com o povo era que, oferecendo alguém algum sacrifício, estando-se cozendo a carne, vinha o moço do sacerdote, com um garfo de três dentes em sua mão;
E enfiava-o na caldeira, ou na panela, ou no caldeirão, ou na marmita; e tudo quanto o garfo tirava, o sacerdote tomava para si; assim faziam a todo o Israel que ia ali a Siló.
Também antes de queimarem a gordura vinha o moço do sacerdote, e dizia ao homem que sacrificava: Dá essa carne para assar ao sacerdote; porque não receberá de ti carne cozida, mas crua.
E, dizendo-lhe o homem: Queime-se primeiro a gordura de hoje, e depois toma para ti quanto desejar a tua alma, então ele lhe dizia: Não, agora a hás de dar, e, se não, por força a tomarei.
Era, pois, muito grande o pecado destes moços perante o Senhor, porquanto os homens desprezavam a oferta do Senhor.
Porém Samuel ministrava perante o Senhor, sendo ainda jovem, vestido com um éfode de linho.
E sua mãe lhe fazia uma túnica pequena, e de ano em ano lha trazia, quando com seu marido subia para oferecer o sacrifício anual.
E Eli abençoava a Elcana e a sua mulher, e dizia: O Senhor te dê descendência desta mulher, pela petição que fez ao Senhor. E voltavam para o seu lugar.
Visitou, pois, o Senhor a Ana, que concebeu, e deu à luz três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do Senhor 1 Samuel 2:1-21

Sem minhas palavras...


"E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto.
Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus.
Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei.
Mas também tens em Sardes algumas poucas pessoas que não contaminaram suas vestes, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso.
O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Apocalipse 3:1-6

sábado, 10 de maio de 2014

Feliz dia das mães!!!

Bom amadas feliz dia das mães,

acho que a maioria das leitoras do blog ainda não são mamães, mas estava pensando: "Quando Deus nos formou mulheres, Ele já colocou no nosso coração, em cada delicadeza, cuidado, amor... a maternidade.
A maternidade não é somente gerar um filho, mas saber que a cada criança que pagamos no colo, repartimos a palavra é de uma forma a maternidade se manifestando.
Ao longo da minha caminhada o tal "relógio biológico" o desejo de ser mãe me pegou de jeito e o Senhor já sabia o que eu precisava, já que ainda não sou casada...ele colocou crianças para eu cuidar.
Em cada abraço, beijo, cartãozinho, brigas para não colocar a roupa, não querer ir para escola, não querer comer heheheh ela se manifestou.
Deus nos ensina que mãe não é somente quem gera mas quem ama."

Me lembrei da minha amiga e exemplo de mãe Ana 1 Sm1:9-28, 2:1-11.

Deus abençoe!!!


 

Palavras sábias para mulheres - Parte 4 -

Para Mães Jovens

Catriona Anderson

ww4_big.jpg (9K) - mãe e filhos
As palavras sábias desta semana são de um homem que viveu há mais de 200 anos atrás e, ainda assim, elas são extremamente relevantes para mulheres hoje. Elas vêm de John Angell James, um pastor que viveu e trabalhou na Inglaterra no início do século XIX. Ele escreveu vários livros inclusive Female Piety(Devoção Feminina), da qual esta citação é tirada. Embora a linguagem seja ligeiramente antiquada, vale à pena ler este livro, que pode ser lido on-line aqui. Neste trecho James dirige-se a mães:
A força do amor de uma mulher pelo seu filho deve ser direcionada para um fim proveitoso, e ser dirigida, na prática, para os melhores e mais úteis propósitos. Há uma diferença, uma grande diferença, entre o cuidado maternal dos animais e o da mulher. Nos animais, não vai além de provisão e proteção – treinamento não faz parte deste cuidado. O mesmo instinto que dá aos animais os hábitos que fazem parte da sua natureza, também os transmite à sua descendência. Estes descendentes, sem passar por qualquer dor na sua educação, ou qualquer preocupação em relação ao seu bem-estar, aprenderão as lições de subsistência pelos instintos da natureza ,e serão capaz de crescer até sua maturidade sem ajuda de pais ou professor. Não é assim com os pequenos da espécie humana. Eles também precisam de provisão e proteção, mas, mais do que isto, eles precisam de instrução. E quem deve ser o seu instrutor? Em primeiro lugar, e acima de todos - sua mãe...
A mãe é quem pode trabalhar mais com o caráter no estado flexível, enquanto ainda pode ser moldado. Os primeiros exercícios de pensamento, emoção, vontade e consciência, são todos realizados debaixo do seu olhar. Ela tem que lidar não só com o corpo na sua infância, mas com a alma na sua infância. Mente e coração estão ambos em suas mãos nesse período, quando os pequenos dão o primeiro passo para o bem ou para o mal. Eles aprendem a balbuciar suas primeiras palavras, e formar suas primeiras idéias sob o ensino da mãe. Eles estão quase sempre na companhia dela e estão recebendo sua influência certa ou errada, inconscientemente para si mesmos e imperceptivelmente para ela! A mãe é o primeiro 'modelo de caráter' que eles têm – as primeiras exibições de certo e errado na prática é o que eles vêem nela. Os filhos são os observadores constantes das paixões, das boas maneiras, das virtudes e das faltas - que são mostrados através das palavras, disposição e ações da mãe. Ela está, portanto, inconscientemente educando seus filhos, não só pelo ensino intencional, mas por tudo que faz ou diz na presença deles!
Crianças são criaturas imitadoras. Durante os primeiros anos, a imitação é o que rege sua alma e eles, que são menos guiados por “razão”, são mais governados pelo “exemplo”. Aprender a falar é conseqüência de imitação, não de intuição. E assim como as crianças aprendem a repetir sons tão cedo e tão inconscientemente, da mesma forma elas podem também aprender a copiar ações e hábitos. Isto aplica-se à mãe em um sentido bem mais amplo do que ao pai simplesmente porque ela está mais constantemente com as crianças nas fases iniciais da sua existência. É, portanto, de grande importância que toda mulher que mantém esta relação tenha uma idéia precisa do grande poder que exerce sobre seus filhos. Ela deve estar profunda e conscientemente estimulada pelo potencial de influência que possui.


(1) Este é o quarto de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07
 

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Palavras sábias para mulheres - Parte 3 - Noel Piper

Pedalando Juntos numa Bicicleta para Dois.

Nicki Adams

Noel.jpg (9K) - Noel Piper
As palavras sábias de hoje são da Noel Piper(2) e são endereçadas particularmente a mulheres casadas, mas não exclusivamente. Como eu disse a uma amiga outro dia: “Gostaria que alguém tivesse compartilhado comigo estas coisas quando eu era solteira e estava pensando sobre casamento.”
Noel descreve suas reflexões como "lições aleatórias". Elas são intelectualmente instigantes e cheias de sabedoria à medida que buscamos viajar na “bicicleta para dois” do matrimônio.
John & Noel numa bicicleta para dois (3)
"Protetor solar, capacetes afivelados, pedais em sincronia e nós estávamos a caminho. Depois de alguns minutos, Johnny chamou por cima do ombro, "Você está indo muito bem para sua primeira vez em uma bicicleta para dois." Sem nem pensar eu respondi: "Eu acho que todos estes anos de casamento foram um bom treinamento."
Aqui estão algumas lições casuais que eu aprendi na semana passada enquanto pedalava pela trilha do Cannon Valley com meu marido em uma bicicleta feita para dois:
• Se eu jogasse meu peso pra todo lado, nós cambaleávamos e saíamos da trilha.
• O enjôo inicial aliviou quando eu deixei de resistir e deixei Johnny inclinar a bicicleta nas curvas e voltas do caminho.
• Freqüentemente eu sentia como se realmente não estivesse ajudando muito. Mas eu tinha que fazer minha parte, porque se eu erguesse meus pés, Johnny sentia e perguntava: “Você ainda está aí?"
• Meu instinto era pedalar mais forte pra ter certeza de que estava contribuindo com a minha parte do esforço. Mas quando eu fazia isso, Johnny dizia: "Mais devagar. Não me empurre tão rápido."
• Olhando sobre os ombros dele, eu podia ver muito do que ele via, mas não o que estava imediatamente à nossa frente. Era bom que ele fosse a pessoa dirigindo, freando e trocando as marchas. Por outro lado, eu estava mais livre para olhar em volta e mostrar as placas que marcavam as distâncias e as tartarugas tomando banho de sol num tronco.
• Eu não podia frear ou guiar, mas eu tinha o poder para parar a bicicleta e arruinar o passeio. Se eu ficasse parada nos pedais e me recusasse a movê-los, ele não podia fazê-los girar.
• Eu amava quando estávamos em solo plano e usando uma marcha fixa e um pedalar lento e firme que nos empurrava adiante. Mas eu precisava de um aviso quando Johnny tomava um rumo que requeria pedaladas rápidas. Quando eu era pega de surpresa, meus pés soltavam dos pedais e era difícil colocá-los de volta no lugar sem complicar a subida numa colina íngreme.
• Quando percebia que estava agarrando o guidão, eu tinha que me lembrar: "Largue isso! Você sempre quis pedalar com 'nenhuma mão'. Agora você pode!"
• Quando eu estava pronta para voltar, Johnny estava querendo ir mais uma milha. Quando eu estava pronta para parar com tranqüilidade, ele dizia: ”Vamos ver se conseguimos bater o nosso recorde." Com este tipo de incentivo, eu faço o que nunca teria feito se estivesse sozinha.
• Perto do fim, quando vi mais uma colina e abri minha boca para dizer, "Deixe-me descer. Eu subo à pé." Então eu percebi como nós pareceríamos tolos: eu lenta e sozinha e ele tentando pedalar por dois. Portanto, me calei e continuei pedalando.
• E descobri que quando pedalamos juntos, declives impossíveis tornam-se possíveis.
Talvez o compositor do século 19 fosse mais sábio do que imaginava quando criou a proposta de casamento que dizia, "Você parecerá doce no assento de uma bicicleta feita para dois.”(4) Me faz pensar no que Paulo escreveu em Efésios 5:22-24:
"As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido."
Palavras como estas em nosso mundo de hoje são consideradas tudo menos sábias; mais como tolas. Por que motivo nós iríamos querer nos submeter a qualquer um, muito menos a nossos maridos? 'Submissão' é quase uma 'palavra obscena'. Significa que uma pessoa tem menos valor que a outra, é inferior. Ainda assim, quando fechamos nossos ouvidos ao que o mundo nos diz e abrimos nossos olhos e lemos a palavra de Deus, o conceito de submissão na providência de Deus está longe de negativo.
A palavra de Deus nos instrui em Gênesis 1:26 que Deus fez macho e fêmea à sua própria imagem. Então, homens e mulheres desfrutam igualmente de humanidade, dignidade e valor. Com respeito à nossa posição diante de Deus não há nenhum traço de superioridade ou inferioridade.
Isto não quer dizer que homens e mulheres são exatamente iguais. Uma das maneiras em que Deus concebeu as mulheres é para refletirem aquela igualdade de humanidade de um modo diferente dos homens. Deus nos fez para sermos "auxiliadoras idôneas" (Gênesis 2:20) e os homens para assumirem um papel de liderança. Quando homens e mulheres se levantam e assumem sua verdadeira masculinidade e feminilidade, como planejada por Deus, "eles estarão verdadeiramente satisfeitos e a sabedoria de Deus na criação será plenamente revelada e exaltada." (John Piper)
Quando o mundo nos diz que igualdade não pode ser sustentada com uma ordem de liderança e submissão, nós temos que considerar novamente não só o que a palavra de Deus diz, mas como o Pai, o Filho e o Espírito Santo refletem esta verdade perfeitamente. Bruce Ware escreve:
"A estrutura de autoridade e obediência não somente é estabelecida por Deus, mas, mais do que isso, existe na própria vida trinitária interna de Deus, como o Pai estabelece sua vontade e o Filho alegremente obedece. Por isso, nós não deveríamos menosprezar, mas deveríamos abraçar linhas de autoridade e obediência apropriadas. No lar, na comunidade dos crentes e na sociedade, linhas legítimas de autoridade são boas, sábias e lindas reflexões da realidade que é o próprio Deus... nós precisamos enxergar não só a autoridade, mas também a submissão como divinas."
Isto não é refletido somente na vida de Deus; o próprio Cristo nos dá exemplos de como são a verdadeira liderança e submissão. Jesus Cristo nos mostra o jeito certo de liderar e o modo correto de submeter-se.
Assim, a Bíblia nos instrui claramente de três maneiras. Aqui eu estou resumindo do livro de Wayne Grudem, Evangelical Feminism and Biblical Truth (Feminismo Evangélico e Verdade Bíblica):
1. Corrige os erros de domínio masculino e superioridade masculina que vêm como resultado do pecado.
2. Como homens e mulheres, que são iguais aos olhos de Deus, ninguém deveria se sentir orgulhoso ou superior por ser homem, e ninguém deveria se sentir desapontada ou inferior por ser mulher.
3. Quando homens e mulheres não escutam um ao outro com consideração e respeito, não valorizam a sabedoria que pode vir de outra forma e ser expressa diferentemente do outro ou não valorizam os diferentes dons e preferências do outro tanto quanto seus próprios, eles negligenciam o ensino de igualdade na imagem de Deus.
Ponderemos estas verdades novamente, levando-as para nossas vidas e casamentos para que possamos refletir o propósito de Deus para nós como os homens e mulheres, aceitando o Seu plano como "muito bom."


(1) Este é o terceiro de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07
(2) Noel Piper é esposa de John Piper
(3) John & Noel Riding in Tandem
(4) Frase de uma música popular escrita por um compositor inglês (Harry Dacre) no século 19

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Palavras sábias para mulheres - Parte 2 - Escolhidas para Cultivar Vida

Nicki Adams

Nancy_big.jpg (9K) - Nancy Leigh DeMoss
Ontem à noite eu estava relendo alguns capítulos do livro da Nancy Leigh DeMoss "Biblical Womanhood in the Home" (O Papel Bíblico da Mulher em Casa ). Eu estava pensando sobre os capítulos: A Portrait of a Woman Used by God (“Um retrato de uma mulher usada por Deus”) e Portrait of a Foolish Woman (“Retrato de uma mulher tola”). Que abundância de palavras sábias sobre as quais escrever! Todavia, eu quero compartilhar algo que particularmente me chamou atenção, algo fundamental e aplicável para todas as mulheres que querem ser usadas por Deus. Nancy escreve:
Deus escolheu todas nós... para produzir vida espiritual. “Não fostes vós que me escolhestes a mim,” Jesus falou aos Seus discípulos, “pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros, e vos designei para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça” (João 15:16). Eu acredito que existe um sentido especial no fato de Deus ter-nos criado como mulheres para sermos portadoras e cultivadoras de vida. Quer Ele nos conceda ou não filhos biológicos, Ele quer nos usar para levar a vida e a luz de Jesus ao mundo - Ele quer nos usar para sermos geradoras de vida espiritual, produzindo a vida dEle nas vidas de outros.
Nós podemos olhar para certas pessoas conhecidas ou extraordinariamente talentosas, e pensar que elas foram especificamente escolhidas por Deus. O fato é que, se você é uma filha de Deus, você foi escolhida por Deus para uma tarefa de grande importância - ser portadora e cultivadora de vida espiritual levando transmitindo a vida do Senhor Jesus a outros.
Quando você olhar para sua vida desse modo, você nunca mais terá problemas de “auto-imagem”. Muitas mulheres hoje carregam cicatrizes de rejeição dos pais, dos companheiros ou amigos que as menosprezaram. Que alegria descobrir que embora nós mereçamos ser rejeitadas por Deus, nós fomos escolhidas para pertencer a Ele e fazer parte do Seu plano remidor no universo!
Como mulheres escolhidas por Deus, criadas para serem geradoras de vida espiritual, e cultivadoras de vida, pensemos em nossa esfera imediata de influência e como nós podemos gerar e cultivar a vida de Cristo ao nosso redor. “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola com as próprias mãos a derruba” (Provérbios 14:1). Quer a sua "casa" seja sua família, igreja, local de trabalho, amigos ou comunidade, pela graça de Deus e pelo seu desígnio, sejamos mulheres sábias que se tornam ativamente envolvidas em edificar nossas "casas" diariamente.


(1) Este é o segundo de uma série de 7 posts publicados no blog titus2talk todas as quartas feiras no período entre 10/01/07 a 07/03/07
 

"Tua Presença" - Rachel Novaes -


Palavras sábias para mulheres - Parte 1

Nicki Adams

ee_big.jpg (9K) - elisabeth elliot
Nossas primeiras palavras sábias para mulheres vêm de Elisabeth Elliot e o livro dela, “Let Me Be A Woman” ("Deixe-me Ser Mulher"). Ela escreve no capítulo "God Sets No Traps" ("Deus não Coloca Armadilhas"):
Nós somos chamadas para sermos mulheres. O fato de eu ser mulher não me faz um tipo diferente de cristão, mas o fato de eu ser cristã me faz um tipo diferente de mulher. Pois eu aceitei a concepção de Deus sobre mim, e toda a minha vida é uma oferta a Ele de tudo que eu sou e de tudo aquilo que Ele quer que eu seja...
Deus... nos chamou à única verdadeira e total liberdade. A mulher que define sua liberação como fazer aquilo que ela quer, ou não fazer o que ela não quer, está, em primeiro lugar, esquivando-se de responsabilidade. Evasão de responsabilidade é sinal de imaturidade. O Movimento de Liberação das Mulheres é caracterizado, aparentemente, exatamente por esta imaturidade. Enquanto falam para si mesmas que elas trilharam um longo caminho, que de fato alcançaram a maturidade, elas recuaram para uma pseudo humanidade, uma que se recusa a reconhecer o vasto significado da diferenciação sexual...
E a mulher que ignora esta verdade fundamental, ironicamente perde exatamente aquilo que busca. Recusando-se a cumprir a vocação completa de feminilidade ela se contenta com uma caricatura, um pseudo-ser humano.
Seja você mais jovem ou mais velha, solteira ou casada, dona de casa ou trabalhando fora, pondere estas sábias palavras para que você não caia na armadilha de fugir da sua responsabilidade como uma mulher cristã.

http://www.bomcaminho.com/BCMulher/na001.htm

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Testemunho - discípula em Arapiraca Alagoas


Bom dia, o blog aproximando pessoas...esta amadinha encontrou o blog e enviou o seu testemunho.
Envie o seu tbm!!!
deusefiel-g@LIVE.COM

Deus abençoe!!

... Sou discípula de Jesus e moro com minha mãe, pai, irmã mais velha, irmão mais novo e minha avó. Minha mãe
sempre foi Cristã, meu pai não, ele se converteu há 11 ano junto com minha irmã. eu permaneci no mundo, gostava muito de desfruta-lo.. Na época eu fazia ensino médio, eu era uma garota inconsequente, não ligava pra estudos, nem pra minha família, nem pra nada. O que saia da minha boca era as palavras: curtir, provar, brincar. Meu dilema era : LIBERDADE!.. mais eu nem sabia o quanto estava enganada. Prezava demais minhas amizades, sendo que era elas que me influenciava. Eu era muito influenciável, mais eu também influenciava muito. Gostava de festas, bebidas, sair, namorar..
Meus pais me chamavam mt, tentavam conversar comigo, mais eu não dava atenção, eu não queria ser a "crentinha" .. eu tinha uma amiga que se dizia cristã, eu a perseguia muito, zombava muito dela. vê que horrível eu?!
Então, quando terminei meu ensino médio em 2008, e continue com minhas amizades, e a fazer coisas horríveis. no inicio de 2009, entrei no msn e um menino do Rj, falou comigo, disse q Deus tinha um proposito pra mim, bom, eu tive muito medo, disse q era coisas de feitiçaria rsrs.. mais no fundo aquilo me chamou mt atenção e ele foi ganhando meu coração, fui confiando nele, e eu passei a ter ele como um pai, ele cuidava de mim, brigava comigo quando eu fazia coisas erradas, eu contava tudo p ele, e ele sempre pregava pra mim.. nisso comecei a ir em um templo q minha amiga ia.. era menos rígida a dos meus pais. nisso o meu amigo do RJ foi tendo cada vez mais conversa mais seria comigo, tipo mandando eu decidir a minha fé, eu fui no templo e me converti, depois descobri algo do Rodrigo, entrei na pag do orkut dele e lá tinha uma pasta de fotos a qual a minha estava no meio, e a descrição da pagina era "FRUTOS PARA O SENHOR". Voltando rsrs..  foi algo tão incrível naquele dia, eu senti a mão de Deus sobre mim, era como se ele tivesse arrancando algo de mim, um fardo e eu fiquei leve, quase flutuando rsrs.. eu queria sair dizendo p todo mundo q era de Jesus agora. .. meus pais não acreditaram e acharam q eu estava de pirraça. e q mais uma vez eu estava sendo apenas influenciada por amizades. isso foi em março, de 2009, quando foi um mês depois, eu queria me batizar, mas minha mãe passou a ser contra, porque não acreditava em mim. mais eu queria me batizar por causa de Jesus mesmo, um mês depois me batizei escondida dela.. e fui buscando a Deus..
Eu passei 1 ano e 9 meses mais ou menos nesta denominação, eu gostava muito de todo mundo, sempre era muito ativa lá, gostava de participar de tudo, tipo coisas com mulheres, com jovens, com crianças, sempre estava em tudo. eu queria Jesus, mais as vezes me via no contexto diferente dos jovens, tipo eram muito dispersos e as coisas do mundo q um dia brilhou forte nos meus olhos, brilhavam nos olhos deles, e eu achava isso estranho. Então em 2010 o Senhor passou a falar fortemente comigo sobre Igreja, e comecei a entender outra coisa de Igreja, a crer de fato que eu era Igreja, e muitos outros entendimentos. e todos os cultos ficava inquieta perguntando muito coisa a mim mesma. as pregações não tinha Jesus cm centro, as motivações, eu era mt imatura. e td ai era um sistema! Considero todos eles meus irmãos em Cristo, só que o sistema tomou de conta.
Então conheci um grupo de  pessoas aqui que se reúnem em casas,  que pregam o Evangelho do Reino, no qual busca q Jesus seja o Centro. e fui visita-lo, e me impactei totalmente, cheguei lá tinham 5 pessoas em roda, chorando, louvando e dizendo que amava Jesus.. e eu decidi andar com eles. Então comecei a ter todas as respostas que eu buscava ter. passei a entender de fato que Igreja não se resume a um templo de 4 paredes, onde um pastor fica lá na frente pregando, mais que todos somos sacerdotes do senhor, que Jesus quando estava aqui na terra ele pregava o Evangelho do Reino, onde há um Senhor e na qual eu sou a serva..
Nós somos coberto pelos irmãos de Salvador, não sei se vc já ouviu falar de Marcos Moraes, Mario Fagundes, Bulhosa, Vanjo, Sergio Avillez... entre outros.
Hoje estou perseverando no Senhor.
Olhando para Ele, e querendo mais e mais Dele. rsrs
Ora, vem Senhor Jesus! Lindo Jesus (L) rsrsrs..

Resumindo todo o meu testemunho ficam essas palavras mt forte em mim de Rm 7:25a
Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor.

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.” 2 Co 4:7
 Sou apenas um vaso feio, e Ele é o Lindo Tesouro que enfeita o vaso.

Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;
E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;
Para que nenhuma carne se glorie perante ele.
Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção;
Para que, como está escrito: Aquele que se gloria glorie-se no Senhor.
1 Co 1:27-31

Deus te abençoe!!
Jesus é Bom.

domingo, 4 de maio de 2014

Agrada-te também no Senhor...

 
"Agrada-te também no Senhor,
 e ele concederá o que deseja o teu coração."
Sl. 37.4

Bom soldado‏ - Eduardo Arakaki



Amigos e amigas, paz seja com todos.
 
Quero compartilhar algo que o Senhor me fez refletir nesse dias de lutas
 
"Nenhum soldado em serviço se envolve em negócios desta vida, porque o seu objetivo é satisfazer àquele que o arregimentou." 2m.2:4

"Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas, e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo," 2Co.10:5
 
Que possamos como bom soldados de Cristo lutar pela glória do Seu grande nome, sabendo que:

Quando somos fracos é que somos fortes, 2Co.12:10
Vamos mais longe e fazemos mais, muitas vezes, ficando parado, Ex.17:12
Que marchamos de joelhos, Ez.22:30

Que a nossa espada é mais cortante que qualquer espada Hb.4:12
Que o capitão nossa salvação é mais poderoso que tudo e todos Is.43:13
Porém escolheu os fracos, humildes e aqueles que não são para o seu exército, 1 Co.1:27-28 "por honra e por desonra, por infâmia e por boa fama,
como enganadores e sendo verdadeiros;
como desconhecidos e, entretanto, bem conhecidos
como se estivéssemos morrendo e, contudo, eis que vivemos;
como castigados, porém não mortos;
entristecidos, mas sempre alegres;
pobres, mas enriquecendo a muitos;
nada tendo, mas possuindo tudo."
2Co.6:7-9

Que muitas vezes choramos, mas somos contemplados e consolados por Deus, 2Co.1:4
Que temos um inimigo mais poderoso do que nós, porém um amigo mais poderoso que nossos inimigos, 1Jo.4:4
"porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." Ef.6:12

Porém temos uma armadura para resistir, permanecer e contraatacar Ef.6:13-18
Que não lutamos apenas para vencer, muito além disso, somos mais do que vencedores por meio daquele que nos amou, Rm.8:37
Que a nossa suficiencia vem de Deus, 2Co.3:5
Que o nosso premio é incorruptível, Mt.6:20
Que lutamos na terra para formar cidadãos do céu 2Co.11:20
Que o sol da justiça brilhará em meio as trevas, e os que hoje choram hão de se alegrar, que vale apena lutar, ainda que a guerra pareça impossilvel de vencer,

Jesus morreu na cruz triunfando sobre o pecado, a morte e o inferno, ressucitou, foi exaltado e voltará!
 
Que no final da nossa vida possamos, como Paulo, dizer:
 
 "Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé." 2Tm.4:7

Deus abençoe ricamente, no amor de Jesus e a serviço do reino, abç.
16/04/2014  por Eduardo Arakaki

Reavivamento - Pr. Mário Freitas - Conferência Profética Clamor Pelas Na...


quinta-feira, 1 de maio de 2014

Redecorando a sala para o Outono/Inverno | Fall Decor - Bruna Dalcin


Dia do trabalhador.

Dia para lembrarmos, onde mais falta trabalhadores...na sua seara.
“Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara” (Lc 10.2).

Deus abençoe cada um que tem doado o seu tempo ao trabalho com a Seara de Cristo.

 

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Soltleiras - Parte 5

Carolyn Mahaney e Nicole Whitacre




Só para recapitular, as melhores oportunidades da vida de solteira que nós vimos até agora são:
  • Busque uma devoção desimpedida
  • Torne-se uma teóloga
  • Ajude os homens
  • Escolha os amigos cuidadosamente
  • Cuide de crianças
Nossa sexta sugestão de como fazer melhor uso de seus anos de solteira é: Prepare-se para ser esposa e mãe. Ora, nós sabemos que nem toda mulher se casará e terá filhos; mas a verdade é que a maioria das mulheres algum dia será esposa e mãe. E para a maioria de vocês que se casam e têm filhos, você gastará uma parte considerável da sua vida na profissão de cuidado do lar (de vinte a trinta anos até além de cinqüenta ou mais). Isso não é pouco tempo!
E os mandamentos na Bíblia para amar, seguir e ajudar um marido, criar crianças para a glória de Deus e administrar uma casa que reflita o evangelho são uma grande responsabilidade. O papel de esposa e mãe requer uma preparação de habilidades extremamente diversa. Tudo desde habilidade em administração até conhecimento de saúde e nutrição, de decoração de interiores a especialidade em desenvolvimento infantil. Para ser competente neste papel, você tem que estudar estes assuntos e muitos mais. Uma carreira como esposa e mãe exige qualificação considerável, pode incluir décadas da sua vida e tem o potencial de espalhar o evangelho para a sua família, igreja, comunidade e gerações futuras. Agora isso é algo para o qual vale a pena se preparar, você não concorda? (adaptado do nosso livro Girl Talk: Mother-Daughter Conversations on Biblical Womanhood )
Uma mãe de crianças pequenas tem alguns conselhos para solteiras. Heather Koerner quer lhe falar o que ela diria para ela mesma solteira se ela tivesse a chance.
Em "Estude para apresentar-se como uma MFC" [MFC=Mãe que Fica em Casa](1) ela descreve sua entrada repentina e inesperada no seu novo papel como esposa tempo integral, mãe e dona de casa:
Eu não sei exatamente quando aconteceu. Talvez tenha sido na manhã quando estava sentada olhando minha filha de 3 meses dormindo ao meu lado no chão da sala de estar enquanto eu dobrava o que parecia ser a terceira pilha de toalhinhas de boca lavadas naquele dia. Havia muito sobre o momento que eu tinha esperado: amor em meus olhos, admiração no meu coração. Mas também havia muito que eu não tinha esperado: uma casa que uma vez fora arrumada e limpa estava agora coberta com pilhas de roupas e louças sujas, parafernália de bebê e uma mãe exausta e não muito atraente. Eu me lembro de ter pensado: "Isto é tão difícil. Não tenho certeza de que posso lidar com isto. E eu me lembro de me sentir extremamente frustrada. Estou diplomada em chorar alto (o que eu acho que era o que eu estava fazendo naquele momento). Eu ensinei trigonometria. Eu cumpri prazos, editei cópias e fiz conferências. Por que razão no mundo eu não posso lidar com um pequenino bebê e uma casa de 111 metros quadrados?
Heather traduz o que a maioria das novas mães pensam e sentem (inclusive nós!): Isto é tão difícil! Por que eu não posso lidar com isto? Mas foi aí que Heather teve uma luz:
De repente eu percebi que eu tinha passado seis anos na faculdade me preparando para uma carreira na qual eu passei cinco anos. Mas eu não tinha gasto nenhum tempo me preparando para a carreira na qual eu estava a ponto de embarcar pela próxima década. Não que eu tenha achado que minha educação foi um desperdício. Pelo contrário, eu percebi que estava muito concentrada em me preparar para um aspecto da minha vida futura e totalmente cega quanto ao fato de que eu deveria estar me preparando para todos os aspectos de minha vida futura. Se ser uma esposa tempo integral, mãe e dona de casa é um trabalho para o qual Deus possa chamá-la algum dia, e se as possibilidades são grandes (e elas são), e se o desafios são difíceis (e eles são), não é uma carreira para a qual vale a pena se preparar?
Leia o artigo da Heather para alguns grandes conselhos em como embarcar em um curso de estudo para o que poderia ser uma carreira para a vida toda.(2)

(1) Traduzido do inglês SHAM = Stay At Home Mom

(2) O artigo não foi traduzido. O original encontra-se aqui: http://www.boundless.org/2005/articles/a0001979.cfm

Extraído: http://www.bomcaminho.com

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Soltleiras - Parte 4

Carolyn Mahaney e Nicole Whitacre

No último post, nós consideramos os relacionamentos da mulher solteira e que tipo de amigos ela deveria procurar. Mas há mais uma relação que é uma grande oportunidade na fase de solteira: crianças. Você pode expressar sua feminilidade cuidando de crianças.
Em Gênesis 1, vemos que macho e fêmea foram criados para serem frutíferos e se multiplicarem. Como mulheres nós somos criadas para sermos geradoras de vida. Nossos corpos foram projetados com a habilidade de proteger, receber, carregar e sustentar crianças, amamentar. Nosso corpo se prepara repetidamente para conceber e sustentar uma criança. Então como uma mulher solteira participa do propósito da maternidade se ela não tem filhos? Como ela expressa a feminilidade dela como geradora de vida, como cuidadora?
Elisabeth Elliot respondeu esta pergunta:
"Uma mulher solteira pode ter as crianças! Ela pode ser uma mãe espiritual, como era Amy Carmichael [missionária para órfãos na Índia], exatamente oferecendo sua condição de solteira transformada para o bem de muito mais crianças que uma mãe natural pode produzir."
Mulheres solteiras, vocês podem expressar sua feminilidade nesta fase da sua vida cuidando das crianças de outras pessoas. Quando você cuida das crianças de outras pessoas (como babá), você está dando expressão à sua feminilidade. Quando você se interessa e estende a mão a crianças no seu círculo de relacionamentos, você está expressando o dom da feminilidade que Deus lhe deu.
E deixe-me dizer "Obrigada" em nome de todas nós mães! Obrigada pelo modo como você cuida das nossas crianças. Obrigada pelas inúmeras vezes que você nos serviu como babá. Obrigado pelo modo como você amou nossas crianças como se fossem suas. Significa tanto para nós! No entanto, você está fazendo mais do que nos abençoar; você está honrando a Deus expressando sua feminilidade através do cuidado com as crianças.
Em resposta à postagem acima, recebemos um e-mail maravilhoso da Caroline falando a respeito de três gerações de mulheres solteiras que cuidaram de crianças:
Eu era solteira até os 35 anos (agora tenho filhas gêmeas de 4 anos--nossa bênção em dobro!). Eu já estive em três posições no que diz respeito a solteiras cuidando de crianças.
Quando eu era criança tínhamos uma amiga chamada Donna que vinha tomar chá todas as semanas, tomava conta de nós e ela exercia muita influência piedosa sobre mim e meus irmãos. Agora eu estou com 40 anos e ainda penso nela como parte da família. Embora eu raramente a veja, eu sempre me lembro dela com enorme carinho e alguns dos conselhos dela ainda me ajudam.
Quando solteira eu tive o privilégio de ser muito próxima de várias famílias com crianças. Eu era uma jovem cujo principal objetivo era (e sempre será) ser uma esposa e mãe de Provérbios 31. Eu achava extremamente difícil ser solteira, mas encontrei grande realização em passar tempo com as crianças de meus amigos. Eu trabalhava com crianças, e também ajudava uma amiga toda semana com as crianças quando o marido dela trabalhava até tarde. Eu também fui babá e passava tempo com outras amigas e seus filhos. Eu adorava todos eles e me sentia muito privilegiada quando eles me chamavam de amiga e quando eu os ouvia repetir frases que eu falava com freqüência!
Agora, como uma mãe com crianças pequenas, eu tenho uma amiga especial chamada Helen que vem tomar chá uma vez por semana e ajuda colocar minhas filhas na cama, ora conosco, lê histórias para elas, vai a passeios comigo, meu marido e as crianças e ajuda como babá. Quando minhas filhas falam sobre nossa família no sentido mais amplo, elas sempre a incluem. Ela tem grande influência nas vidas delas e eu me sinto privilegiada em tê-la como parte de nossas vidas. Assim como eu chamava a Donna de "minha Donna" e as crianças das minhas amigas me chamavam "minha Caroline", minhas filhas agora a chamam de "minha Helen. Eu sou realmente abençoada!
Extraído: http://www.bomcaminho.com
 

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Solteiras - Parte 3

Janelle Bradshaw e Carolyn Mahaney

Está na hora de dar uma olhada na segunda grande oportunidade da fase de solteira: relacionamentos. Mulheres são, normalmente, criaturas relacionais. Muitas vezes nosso mundo é centralizado na família e nos amigos. No entanto, nós somos freqüentemente mais passivas e receptivas do que somos intencionais e propositadas em nossos relacionamentos. Nós permitimos que as pessoas entrem e saiam das nossas vidas. Normalmente, nós não paramos para considerar por que investimos em certas amizades ou negligenciamos outras. Emoções e sentimentos geralmente ditam o modo como agimos em nossos relacionamentos. Se as pessoas são tão importantes e consomem tanto do nosso tempo, então devemos parar e, em oração, considerar nossas prioridades relacionais à luz das prioridades de Deus. Será que nossos relacionamentos (o tempo que passamos com outros) glorificam a Deus? Nós estamos investindo nossas vidas nas pessoas que Deus nos chamou a amar e servir? Pra começar, consideremos a pergunta: "Como a mulher solteira exibe sua feminilidade dada por Deus nos seus relacionamentos com homens?
Feminilidade não é um presente de casamento; é como nós fomos criadas. Embora sejamos iguais aos homens em valor e dignidade, temos, no entanto, diferentes papéis designados por Deus. Quando Deus fez Eva, Ele designou para ela, e para toda mulher depois dela, a honrosa tarefa de auxiliadora (Gen. 1:27, 2:18).
Carolyn McCulley explica as implicações para mulheres solteiras:
"A Bíblia deixa claro, em inúmeras passagens, que como cristãos estamos todos aqui para servir. Mas há uma aplicação específica encontrada na Bíblia para uma esposa ser a auxiliadora do seu marido. Mesmo antes do gracioso presente de um marido ser recebido, há maneiras em que os indícios santos de auxiliadora podem ser discernidos nas vidas de mulheres solteiras."
Quando consideramos as melhores oportunidades para a fase de solteira, "auxiliadora" está próximo ao topo da lista. Como você pode fazer estes "indícios santos" perceptíveis em sua vida e, mais especificamente, em seus relacionamentos com homens? Claro que isso é um longo tema, longo demais para cobrir neste pequeno artigo. Mas deixe-me fazer uma sugestão simples: você pode ajudar encorajando os homens piedosos a liderarem.
Você pode exibir sua feminilidade abrindo espaço para homens piedosos praticarem serviço através da liderança. Isto não significa que você deveria seguir a liderança de todo e qualquer homem, e é claro que você nunca deve permitir que um homem a conduza ao pecado ou a conduza para longe das prioridades de Deus para sua vida. Mas, onde for possível, em seus relacionamentos com homens santos na igreja e na sua vida, faça o que você pode para encorajá-los a tomarem a iniciativa.
Concordo que isto nem sempre é fácil e eu não estou prometendo que todos os homens irão liderar automaticamente em resposta ao seu encorajamento. O que importa é que você esteja cultivando o hábito de abrir espaço para a liderança de homens em sua vida. Há os homens em sua vida que Deus providenciou durante esta fase: os pais, chefes, amigos e eles precisam saber que você está inclinada a seguir a liderança santa deles, em vez de resistir a ela. Por exemplo, se você tiver uma decisão grande para tomar, procure seu pai ou pastor ou líder do seu grupo para conselho. Não pressuponha simplesmente que você pode conseguir tomar a decisão sem uma liderança sábia. Em vez disso, dê a estes homens piedosos a oportunidade de liderar.
Em seu grupo com amigos, não seja sempre a que inicia atividades e planeja eventos. Carolyn McCulley sugere lançar sua idéia para um dos rapazes em seu grupo de amigos, peça-lhe que lidere, mas ofereça sua ajuda da forma que você puder. E sempre que você observa um homem piedoso levantar-se e conduzir em uma atividade de grupo, expresse sua aprovação e mostre boa vontade em seguir. Mesmo que a liderança dele não seja executada perfeitamente (e provavelmente não será!), seu encorajamento o incitará a cumprir o papel que Deus designou para ele.
E quanto às nossas amizades? Além da família quem nós devemos procurar? Provérbios 12:26 nos diz: "O justo serve de guia para o seu companheiro." O que significa isso? Um breve olhar para as Escrituras nos dá um bom parâmetro por meio do qual nós podemos avaliar nossas amizades. Ela nos diz exatamente que tipo de amigos nós devemos ter.
Primeiro, nós deveríamos ter amigos que "afiam." Nossa idéia de um melhor amigo poderia ser de alguém com quem é fácil de dar bem, que compartilha de nossas opiniões sobre moda e comida, termina nossas frases, fica do nosso lado nos tempos difíceis e está livre para sair em uma noite de sexta-feira. Todos pontos positivos, é claro, (especialmente a parte da comida); mas a Bíblia diz que há uma qualidade num amigo de muito maior valor. Um amigo que nós não podemos ficar sem. O melhor dos amigos, de acordo com Provérbios 27:17, é um que nos afia como "ferro afia ferro". Hebreus 10:24 nos diz que este amigo á aquele que "nos estimula ao amor e às boas obras". Nós precisamos ter pelo menos um - e preferivelmente muitos - amigos que nos inspiram a servir, que nos provoquem a amar, que nos ajudem a crescer em piedade, que nos corrijam, fortaleçam nossa fé e nos incitem à paixão pelo Salvador.
Você tem algum amigo assim? Talvez você simplesmente precise levar um relacionamento já existente em uma nova direção. Peça a seus amigos que lhe mostrem o seu pecado, que a encorajem no evangelho e a incitem ao amor e às boas obras. Peça-lhes que se tornem amigos que afiam.
Mas talvez, ao avaliarmos a maturidade espiritual de nossos amigos, nós percebamos que nós precisamos encontrar alguns amigos piedosos. Isto pode requerer um passo ou dois fora da velha zona de conforto. Mas mesmo que seja um pouco estranho no princípio, nós precisamos iniciar amizades com pessoas que nós sabemos que nos afiarão.
Há outros dois amigos que a Bíblia nos exorta a procurar. Primeiro, deveríamos procurar amigos que aconselhem. Tito 2:3-5 ordena as mulheres mais velhas a estarem treinando as mulheres mais jovens. Todas nós deveríamos estar procurando veementemente outras mulheres para nos ajudar a crescer nas qualidades admiráveis de feminilidade bíblica. E se você for aquela mulher mais velha, eu quero encorajá-la a passar adiante sua experiência e sabedoria para aquela que estão atrás de você. Nós precisamos disso! Então, pare um momento e considere seus amigos. Mulheres jovens, nós deveríamos nos perguntar: "Eu tenho uma amiga com quem eu estou aprendendo algum aspecto de feminilidade bíblica?" E mulheres mais velhas façam esta pergunta: "Eu estou ensinando feminilidade bíblica fielmente a pelo menos uma amiga?"
E, em segundo lugar, procuremos amigos que precisam de amigos. É tão fácil, (não é?!), ficar confortável com nossos amigos íntimos? Mas, ao mesmo tempo em que os amigos de longa data são uma bênção enorme de Deus, nós também somos chamados para alcançar as pessoas novas e solitárias. "Seja constante o amor fraternal. Não negligencieis a hospitalidade", exorta Hebreus 13:1-2. Você se lembra de como era ser novo ou não conhecer ninguém? Ver outras mulheres que conversavam animadamente e não ter ninguém com quem conversar? Escolher nossos amigos cuidadosamente significa que nós temos que nos vigiar contra o egoísmo e a preguiça. Então vamos dar uma olhada ao nosso redor: Qual é a mulher a quem eu poderia estender a mão? Pode ser tão simples quanto se apresentar a uma visita na igreja, ou convidar uma mulher mais calada para um café, ou incluir alguém novo no nosso almoço semanal com amigos. Que possamos todas nós nos comprometermos a ajudar os amigos novos a não se sentirem novos por muito tempo.
Não percamos estas duas grandes oportunidades de amizade. De alguma maneira eu acho que todas nós podemos nos surpreender e descobrir que nós é que somos beneficiadas no final das contas.
Concluindo nossa conversa sobre amizades para a mulher solteira, vamos dar uma olhada em Colossenses 4:5-6. Este versículo nos diz, "Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades. A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um."
Uma aplicação deste versículo é a nossa conduta para com incrédulos. Obviamente, escrevendo este versículo Paulo presume que nós temos contato com aqueles fora da fé. Então, se todos os seus amigos cresceram em um lar cristão ou já são cristãos há vinte anos, está faltando alguém no seu círculo de amizades; amigos que precisam de salvação.
Freqüentemente pode ser tão fácil para nós como mulheres sermos consumidas por nosso estudo ou trabalho, e negligenciamos a prioridade de evangelismo. É como se nós caminhássemos ao redor do campus, pelos cubículos do escritório, dentro e fora das lojas, e pela rua com nossa cabeça baixa e com vendas nos olhos. Mas deveríamos estar alcançando as pessoas, e tendo conversas agradáveis, centradas no evangelho com não-cristãos. Você não conhece ninguém? Eles não são difíceis de achar. Talvez tudo que você tem a fazer é olhar para cima!
Então, nós consideramos:
Amigos que afiam
Amigos que aconselham.
Amigos que precisam de um amigo.
Amigos que precisam de salvação.
Que todos esses amigos possam ser achados em sua rede de relacionamentos. Quando nós escolhermos os amigos de acordo com os critérios de Deus, isso resultará em muita bênção.

Extraído: http://www.bomcaminho.com

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Solteiras - Parte 2

Carolyn Mahaney

Como é a devoção desimpedida na vida real? Como você dá vida a ela? Para começar, você deveria tornar-se uma teóloga!
Bruce Milne explica:
"Na verdade, todo cristão é um teólogo! Por causa do novo nascimento todos nós
começamos a conhecer a Deus e, portanto, temos certa compreensão da Sua natureza e ações. Quer dizer, todos nós temos, de certa forma, uma teologia, independente de já ter ou não sentado e juntado as partes. O que eu quero dizer é que teologia não é para alguns intelectuais religiosos com um talento para debate abstrato. É assunto pra todo mundo. Quando entendermos isto, nosso dever será nos tornarmos os melhores teólogos que pudermos para a glória de Deus, porque nossa compreensão de Deus e de Seus caminhos tornam-se claros e aprofundam-se através do estudo do livro que Ele deu para este exato propósito, a Bíblia (2Tm. 3:16). Entender corretamente a doutrina é a chave para acertar em todo o resto. Em cada detalhe, uma vida correta começa com o pensamento correto."
Você entendeu? Acertar na doutrina é a chave para acertar em tudo mais. Se você quer viver da forma certa nos seus anos de solteira, e eu sei que você quer!, então você tem que pensar corretamente sobre Deus. E para pensar corretamente sobre Deus você tem que estudar a Sua Palavra. Posso encorajá-la, ou melhor, posso veementemente encorajá-la a aproveitar seus anos de solteira para tornar-se a melhor teóloga que você pode, para a glória de Deus?
Todo cristão é um teólogo; mas como mulher solteira você tem uma oportunidade sem igual para estudar doutrina. Eu não quero que você perca esta oportunidade. Posso lhe dar um pequeno conselho maternal (ou como irmã)? Estou sentada aqui hoje como uma esposa de cinqüenta e três anos e mãe de quatro. Meu filho mais jovem está na escola secundária e pela primeira vez em mais de trinta anos, o meu tempo é cada vez mais "só meu". Durante as últimas três décadas eu tive muito pouco tempo opcional, e quando meus filhos eram pequenos, quase nenhum. Ainda que eu tenha feito do estudo de doutrina uma prioridade, a verdade é que meu tempo era extremamente limitado. Como mulher solteira você provavelmente é muito ocupada. Você pode estar estudando, ter um trabalho, servir na igreja, manter relacionamentos, preocupar-se com a família, nossa! Fico cansada só de pensar na correria da sua vida. Mas, quer você perceba ou não, você tem uma clara vantagem sobre uma mãe com crianças pequenas: seu tempo é seu. Apesar das muitas demandas legítimas da sua vida, você tem grande liberdade para escolher como você usa seu tempo.
"Acertar na doutrina é a chave para acertar em tudo mais. Se você quer viver da forma certa nos seus anos de solteira, e eu sei que você quer!, então você tem que pensar corretamente sobre Deus. E para pensar corretamente sobre Deus você tem que estudar a Sua Palavra. "
Por favor, não desperdice nem um momento desta fase preciosa e limitada. Seja uma estudante da Palavra de Deus. Estude avidamente, estude deliberadamente, estude fielmente. Quando você dedicar seu tempo para crescer no seu conhecimento de Deus, você fará investimentos na sua vida futura que renderão bênção sobre benção.
Alguma vez, todas nós já fomos estudantes, levadas a absorver conhecimento por causa da pressão benéfica da nossa próxima prova. Sem esta pressão externa, entretanto, nossa aprendizagem normalmente reduz a velocidade. Mas nossa atitude estudantil não deveria terminar com o diploma ou título. Deveríamos ser estudantes vitalícios, acima de tudo, da Palavra de Deus. Como eu disse anteriormente, a fase de solteira é uma das mais valiosas da sua vida para buscar o estudo de doutrina. Mas nós não buscamos naturalmente a Palavra de Deus. O estudo benéfico de doutrina só se tornará uma realidade se tivermos um plano e, quando necessário, alguém a quem prestar contas. Não há um plano que seja bom pra todo mundo. Deixe-me encorajá-la a começar pedindo o conselho do seu pastor. Tenho certeza que ele ficará feliz em ajudá-la nisso! Fale que você quer estudar a Palavra de Deus com um propósito mais firme e peça que ele lhe recomende um plano para você. O plano pode incluir comentários bíblicos, livros sobre teologia ou vida cristã. Alguns seminários até oferecem cursos para ajudar no estudo da Palavra de Deus.
Depois, separe um tempo, além da sua devocional diária, para estudo. Talvez possa ser uma manhã de sábado quando você está descansada, ou uma grande atividade sabática. Mas se você não colocar isto no seu cronograma, muitas outras opções competirão, com sucesso, pela sua atenção. Finalmente, peça a uma amiga para ser sua "orientadora". Talvez você possa entregar a ela um resumo do que tem aprendido ou talvez ela possa checar de vez em quando pra saber do seu progresso. Para se tornar uma teóloga, você deve manter sua atitude estudantil por toda a vida.

Extraído: http://www.bomcaminho.com

Melhores Oportunidades da Fase - Para Mulheres Solteiras - Parte 1

Nicole Whitacre

"Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus." Efésios 5:15-16

Se você é uma mulher solteira, como você pode fazer o melhor uso do seu tempo? Quais são as melhores coisas da sua fase?
Talvez, você olhe à sua volta e não veja muitas grandes coisas na sua fase. Talvez você preferiria estar em uma fase diferente. Talvez você preferiria estar casada. Você pode estar fazendo outra pergunta: Será que a fase de solteira é a melhor fase?
Paulo lida com esta pergunta em 1 Coríntios 7 quando responde aos membros da igreja em Corínto que estavam discutindo (entre outras coisas!) sobre se ser solteiro era mais santo do que ser casado.
Eu? Eu prefiro ser solteiro, diz Paulo, "Quero que todos os homens sejam tais como também eu sou;" (v.7). Mas ele é claro: "não tenho mandamento do Senhor;" neste assunto (v. 25). Ele continua:
"Isto, porém, vos digo, irmãos: o tempo se abrevia; o que resta é que não só os casados sejam como se o não fossem; mas também os que choram, como se não chorassem; e os que se alegram, como se não se alegrassem; e os que compram, como se nada possuíssem; e os que se utilizam do mundo, como se dele não usassem; porque a aparência deste mundo passa. O que realmente eu quero é que estejais livres de preocupações. Quem não é casado cuida das coisas do Senhor, de como agradar ao Senhor; mas o que se casou cuida das coisas do mundo, de como agradar à esposa, e assim está dividido. Também a mulher, tanto a viúva como a virgem, cuida das coisas do Senhor, para ser santa, assim no corpo como no espírito; a que se casou, porém, se preocupa com as coisas do mundo, de como agradar ao marido. Digo isto em favor dos vossos próprios interesses; não que eu pretenda enredar-vos, mas somente para o que é decoroso e vos facilite o consagrar-vos, desimpedidamente, ao Senhor." (v.29-35).
Qual é o ponto de Paulo? Se ser casado ou solteiro é melhor - este não é o ponto! O que é importante, no final das contas, é que o tempo é curto; os dias são maus. A verdadeira pergunta é: como nós, como cristãos, vivemos à luz da eternidade?
"Ser casado ou solteiro, ambos nos trazem experiências únicas e oportunidades únicas para nossa santificação" - explica John Piper - "Haverá recompensas exclusivas para cada situação e qual é maior não dependerá de se você era casado ou solteiro, mas em como você reagiu a cada situação."
"Não é um chamado para prolongar a adolescência irresponsável até seus trinta anos. É um chamado para fazer o que só homens e mulheres solteiros em Cristo podem fazer neste mundo, isto é, mostrar, pela devoção que exalta a Cristo na sua condição de solteira, as verdades sobre Cristo e Seu reino que brilham mais claramente através dos solteiros do que dos casados."
Se você é solteira, você enfrenta situações únicas. Mas sua situação também possui oportunidades únicas. E o melhor de tudo, há recompensas sem igual, recompensas não menos gloriosas ou desejáveis do que aquelas dos casados.
Como você pode apossar-se destas grandes oportunidades e suas recompensas correspondentes? Vamos dar uma olhada mais cuidadosa nestes versículos e ver que boas oportunidades nós podemos descobrir.
Os versículos que nós já consideramos de 1 Coríntios 7, servem como um tipo de "conselheiro financeiro" para a época de solteira. Esta passagem informa sobre negócios de qualidade e desaconselha investimentos ruins. No contexto de responder esta pergunta sobre ser solteiro ou casado, Paulo chega na real questão:
"Isto, porém, vos digo, irmãos: o tempo se abrevia; o que resta é que não só os casados sejam como se o não fossem; mas também os que choram, como se não chorassem; e os que se alegram, como se não se alegrassem; e os que compram, como se nada possuíssem; e os que se utilizam do mundo, como se dele não usassem; porque a aparência deste mundo passa."(vv. 29-31)
Como você evita desperdiçar seu tempo? Não invista tudo na "aparência deste mundo". Porque não vai durar. "Aparência" aqui tem a idéia de "inconstância ou moda passageira. "Não há nada sólido e duradouro no sistema deste mundo. É da sua natureza ser passageiro." (Gordon Fee)
Aqui está uma metáfora que nós, mulheres, podemos entender: moda. Os negócios do mundo são tão inconstantes, tão passageiros quanto o que está "in" neste ano. E estas coisas só voltarão a estar "in" daqui a vinte anos.
"Acredite em mim, não há nada aqui que mereça ser perseguido", adverte o pastor Charles Spurgeon: "Se você renuncia sua alma por qualquer coisa terrena, seja riqueza, ou honras ou prazeres deste mundo, você bem poderia perseguir a miragem do deserto ou tentar pegar a névoa da manhã ou acumular para si as nuvens do céu, pois todas estas coisas estão desfalecendo."
Embora tenhamos que viver neste mundo e "lidar" com ele, nós não devemos colocar nele o nosso coração ou a nossa esperança ou abrir mão da nossa alma por causa do que ele oferece.
Então, quais são as boas oportunidades desta época?
"Se você é solteira, você enfrenta situações únicas. Mas sua situação também possui oportunidades únicas. E o melhor de tudo, há recompensas sem igual, recompensas não menos gloriosas ou desejáveis do que aquelas dos casados."
Agora que consideramos em como não gastar nosso tempo de solteira ("a aparência deste mundo") vejamos a primeira oportunidade da época de solteira. Provavelmente você percebeu em 1 Coríntios 7:34-35:
"Também a mulher, tanto a viúva como a virgem, cuida das coisas do Senhor, para ser santa, assim no corpo como no espírito; a que se casou, porém, se preocupa com as coisas do mundo, de como agradar ao marido. Digo isto em favor dos vossos próprios interesses; não que eu pretenda enredar-vos, mas somente para o que é decoroso e vos facilite o consagrar-vos, desimpedidamente, ao Senhor." (ênfase minha)
Livre das ansiedades presentes no matrimônio e na família, você tem a oportunidade de viver para as coisas do Senhor e buscar devoção desimpedida a Ele. Você tem "um chamado único e uma responsabilidade única" insiste o pastor John Piper:
"Não é um chamado para prolongar a adolescência irresponsável até seus trinta anos. É um chamado para fazer o que só homens e mulheres solteiros em Cristo podem fazer neste mundo, isto é, mostrar, pela devoção que exalta a Cristo na sua condição de solteira, as verdades sobre Cristo e Seu reino que brilham mais claramente através dos solteiros do que dos casados."
Para uma maior compreensão destas verdades que você é chamada mostrar, leia o sermão de John Piper, Single in Christ: A Name Better Than Sons and Daughters (Solteiro em Cristo: Um Nome Melhor do que Filhos e Filhas). Mas primeiro pergunte a si mesma: O que a minha condição de solteira diz sobre Cristo e o Seu reino? Minha vida é uma vida de devoção que exalta a Cristo? Eu anseio pelas coisas de Deus ou pelas coisas deste mundo? A santidade no corpo e no espírito é meu objetivo mais elevado?
Devoção desimpedida é cultivada pela leitura da Palavra de Deus e oração (Sl 86:11), e vem com a promessa: "Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente." (1 Jo. 2:17). Devoção desimpedida para Cristo é, sem dúvida, a melhor oportunidade da época de solteira.

Extraído: http://www.bomcaminho.com